segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Igreja é proibida de construir em rua com nome islâmico

Em Bogor, na Indonésia, cristãos estão sendo impedidos de reabrir sua igreja. Segundo o prefeito da cidade, Diani Budiarto, a igreja de Yasmin não pode ser construída no local, porque a rua em que o templo está tem um nome islâmico.

O supremo Tribunal da Indonésia, juntamente com a comissão de justiça já se posicionou contra a decisão do prefeito, mas ele decidiu manter o veto. Segundo o ministro dos Assuntos Internos, o chefe do executivo municipal está desafiando a justiça ao permanecer com a decisão. Ainda segundo ele não existe impedimentos jurídicos para a construção da igreja, ainda que a rua tenha um nome Islâmico.

O porta-voz da igreja, Bona Sigalingging, afirmou que o prefeito está errado e completou dizendo que algumas igrejas estão em ruas com nomes islâmicos e mesquitas foram construídas em ruas com nomes cristãos. Além disso, afirmou que não aceitarão qualquer espaço alternativo e querem continuar com a construção da igreja, e que o está indo contra a lei, contra a decisão do tribunal e contra a recomendação da Justiça.

Muhammad Mustofa, um clérigo muçulmano local, cujo pai é homônimo nas ruas, e afirmou que não vê problema na construção da igreja e ressaltou que as diferenças entre as religiões não são problemas novos e coisas semelhantes acontecem desde os tempos do profeta Maomé.

Os cristãos aguardam agora interferência da justiça.