sexta-feira, 28 de outubro de 2011

STJ vota sobre o casamento civil entre homossexuais, Malafaia se manifesta contra


Nesta quinta-feira, 20, o Superior Tribunal de Justiça começou a votar sobre um caso que pede o reconhecimento do casamento civil gay. Quatro dos cinco ministros da Quarta Turma já votaram a favor, mas o quinto e último a votar pediu para que a votação fosse suspensa.

Porém, o voto do ministro Marco Buzzi não deve alterar no resultado já que a maioria definiu aprovar a conversão da união estável, de duas mulheres que entraram com o pedido, em casamento civil. As empresárias gaúchas entraram com o recurso no STJ depois que o pedido foi desautorizado pelo cartório local e também pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

A diferença entre essa decisão e já aprovada pelo Superior Tribunal Federal é que o casamento civil dá direito de mudar o estado civil do cidadão, a possibilidade de adotar o sobrenome do parceiro e a papelada que reconhece a união saí na hora.

Malafaia se manifesta contra o casamento gay

O pastor Silas Malafaia se manifestou contrário a aprovação do casamento civil entre homossexuais e pediu para que os cristãos entrassem em contato com o STJ pedindo para que os ministros votassem contra.

“Mesmo o Superior Tribunal Federal aprovando a união homoafetiva (uma verdadeira afronta a constituição brasileira, no artigo 226, parágrafo 3 que reconhece a união estável entre homem e mulher e sua conversão em casamento), esperamos que o STJ não caia no ridículo do STF, porque casamento pertence as relações heterossexuais com o objetivo de preservação da espécie humana”, escreveu o pastor.

Em seu Twitter, o apresentador do programa Vitória em Cristo postou diversas mensagens com o link da matéria do site Verdade Gospel que tem os dados do STJ para que todos os seus mais de 225.000 seguidores participassem da campanha para impedir que o recurso seja favorável, permitindo a conversão da união estável em casamento.

Fonte: Gospel Prime