quarta-feira, 2 de novembro de 2011

“Quis me tornar ídolo e hoje, graças a Deus, estou me tornando”, diz Neymar


O atacante do Santos disse que conseguiu realizar esse sonho “graças a Deus”

O jogador Neymar deu uma entrevista ontem no programa da Hebe afirmando que sempre sonhou em ser um ídolo. O jovem evangélico frequenta a Igreja Batista Peniel de São Vicente, litoral paulista, há doze anos e credita seu sucesso à fé que tem em Deus. No programa exibido nesta terça-feira, 1º, o atacante do Santos participou do quadro “Roda de Mulheres” e teve que responder perguntas de Carol Celico, cantora e mulher do jogador Kaká; Ana Beatriz Barros, top model; Syang, cantora e escritora; e Gabriela Pasqualin, repórter esportiva RedeTV!
Uma delas questionou o atleta sobre o assédio das fãs e ele respondeu que não se incomoda, pois ser um ídolo sempre foi o sonho dele. “O assédio não me incomoda, não. É o preço que pago, porque sempre quis isso. Quis o sucesso, quis me tornar ídolo e hoje, graças a Deus, eu estou me tornando”.
Considerado um dos melhores jogadores do mundo, Neymar confessou no programa que se considera melhor do que o argentino Messi. Mas sobre deixar o Brasil, ele diz que ainda não chegou o momento. “Eu estou muito feliz no Santos. Então, por enquanto, vou ficar”, diz.
Com informações UOL