terça-feira, 31 de janeiro de 2012

"Não critique!


Procure antes colaborar com todos, sem fazer críticas.
A crítica fere, e ninguém gosta de ser ferido. E a criatura que gosta de criticar, aos poucos, se vê isolada de todos.
Se vir alguma coisa errada, fale com amor e carinho, procurando ajudar.
Mas, sobretudo, procure corrigir os outros, através de seu próprio exemplo".

JESUS é o amigo melhor !!!

Oi.......sou Jesus!
Eu estou ao seu lado e sou aquele que nunca
desacredita dos seus sonhos.
Sou eu que as vezes altero seu itinerário,
e até atraso seus horários
para evitar acidentes ou encontros desagradáveis.
Sim, sou eu que falo ao seu ouvido aquelas
"inspirações" que você
acredita que acabou de ter como
"grande idéia".
Sou eu quem te causa aqueles arrepios quando
você se aproxima de lugares ou situações

que vão te fazer mal.
E sou eu quem chora por você quando você
com a sua teimosia insiste
em fazer tudo ao contrário só
para desafiar o
mundo.
Quantas noites passei na cabeceira de sua
cama velando por sua saúde,
cuidando de sua febre e renovando suas energias.
Quantos dias eu te segurei para que você não
entrasse naquele ônibus, carro e até avião?
Quantas ruas escuras eu te guiei em segurança?

Não sei, perdi a conta, e isso não importa.
O que realmente importa, e o
que me deixa triste e preocupado, é
quando você assume a postura de vítima do
mundo, quando você não acredita na sua
capacidade de resolver
os problemas, quando você aceita as situações
como insolúveis,
quando você pára de "lutar"
e simplesmente reclama de
tudo e de todos , quando você desiste de
ser feliz e culpa outra pessoa pela sua infelicidade,
quando você deixa
de sorrir e assume que não há motivos
para rir, quando
o mundo está repleto de coisas maravilhosas,
quando se esquece até de mim,
Eu sou Jesus, aquele que
Deus deu para morrer em seu lugar na
cruz do calvário, em sacrifício, para que
os pecados do mundo fossem perdoados.
Já que me deixaram falar diretamente com
você,
gostaria de te lembrar, que estou ao seu lado sempre,
mesmo quando você acredita estar totalmente só e
abandonado, até neste momento eu estou segurando
a sua mão, eu estou
consolando seu coração, eu estou
te olhando, e por te amar demais, fico triste com
a sua tristeza, mas, como eu sei que você nasceu para
adorar meu pai que está nos céus, eu agradeço a Ele
a oportunidade bendita de te conhecer e cuidar de você,
porque você é realmente muito especial para mim.

Sou Jesus acredito em você!

- Ore, Louve, agradeça, Eu estou ai contigo, te ouvindo:
"Santo Deus, Senhor meu, zeloso guardador, se a ti
me confiou a conhecer-te, rege minha vida,
me guarde e me ilumine Amém!"

Muitos esquecem que têm
um amigo fiel ao seu lado...

JESUS é o amigo melhor !!!

Mensagem enviada pelo internauta Silvio Parreira
- Rio de Janeiro (RJ) -

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Ter um coração missionário não é o mesmo que chorar ao ver imagens de crianças africanas desnutridas




É só parar para ver imagens como essa que as pessoas já começam a chorar, a se lamentar, a gritar “Jesus, eu quero ir! Envia-me!”. As pessoas começam a imaginar um missionário como um aventureiro heroico, desbravador de territórios, conquistador de muitas almas, um verdadeiro messias, que passa pelas multidões curando, ressuscitando e libertando.

Se você tem essa ideia utópica de missionários ou se você sonha em ser assim, vendo tudo de longe na sua zona cômoda, desfaça-se desse pensamento desde já!

Certa vez, ouvi uma missionária de um país africano extremamente pobre falar um pouco acerca da realidade diária daquele povo. Neste país, não há energia elétrica para a população. Saneamento básico é algo impossivelmente distante. Água potável, alimentação adequada... Tudo isso que temos na mesa de cada dia é raro.

Só que os sonhadores de missões acham que podem ir lá assim, bater de frente com as características peculiares totalmente assimilares às quais estão acostumados. E não é só isso. Há quem pense que é só chegar e falar “africano, querido, aceite a Jesus”, como se fossem palavras mágicas. Além das precárias condições materiais, a pressão espiritual é para quem está pronto a ver demônios em pessoa, como ocorre sempre. Sim, estamos acostumados a ver uma pessoa possessa ser liberta após uma oração fervorosa de centenas de irmãos. Quero ver quando é ao contrário. Só o crente e centenas de endemoninhados no meio de um terreiro africano. É assim a realidade em que vivem costumeiramente os missionários africanos atuantes.

Pois bem. Eu nem cito aqueles que querem evangelizar países ricos, da alta cultura, como se fossem viver no luxo semelhante. Muito menos dos que acham que, por saberem cantar um ou dois hinos e vários idiomas, pensam que já estão prontos para atravessar os oceanos. Aqui, eu falo apenas desses que, levados pela emoção e pelo entusiasmo, olham para o continente africano querendo pegar um avião e gritar o nome de Jesus. Está errado? Lógico que não. Mas o caminho é mais extenso, mais estreito e mais dolorido.

Acho interessante quando vejo pessoas aos prantos numa reunião para falar de missões, principalmente quando sobre da África (sim, porque Estônia, Chile, Nova Zelândia e outros países “normais” não arrancam tantas lágrimas). As pessoas choram ao ver slides com imagens de crianças desnutridas e uma música fúnebre ao fundo. No final, o versículo é o mesmo: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?” (Isaías 6.8).

Mas a realidade não se resume à emoção em ver meninos famintos e barrigudos. Basta fazer uma pesquisa no contexto no qual vivem essas pessoas africanas. São famintas, refugiadas, moram no calor, comem restos de comida, veem crianças magérrimas morrendo como bicho. São alheias, desprezadas, doentes, invisíveis. Esse é apenas o primeiro cenário para que pisa o pé nestes lugares.

São pessoas carentes de Deus, mas também são carentes de comida, de um lugar confortável para morar e dormir, de condições dignas de se viver. Será se todos os esses que gemem por missões querem enfrentar tudo isso, deixar seus confortos, suas camas quentinhas e seus almoços com arroz e feijão para se adequar à cultura de outros povos?

Eu até diria mais: seria tão simples dizer que Jesus é o pão da vida numa terra de esfomeados? Que Jesus quer dar alegria, gozo e paz numa terra de guerra civil, de mortes diárias? Será se estão prontos, de fato, para evangelizar uma cultura totalmente diferente, correndo riscos de contaminação, infecção, etc.? Estariam dispostos a renunciar seus caprichos em prol destes desfavorecidos?

As pessoas sonhadoras têm comida boa, conforto, carinho de família, roupa lavada e tudo mais. Mas pensam que vão fazer uma “expedição de Cristo” nos países pobres. Elas se esquecem de que há muitas Áfricas espalhadas pelo Brasil. Há cidades no interior de Pernambuco, por exemplo, em que apenas 12 pessoas se converteram a Cristo no ano passado. Há lugares onde as pessoas são esquecidas, desprezadas, amarradas aos ídolos e à ignorância, deixadas ao relento espiritual.

E por que os sonhadores de missões não pensam nelas? Afinal, inguém corre risco de morrer no Sertão. Ninguém vai ficar desnutrido ou viver numa região de tiroteios. Mas encontrarão, sim, gente sofrida, carente do Evangelho do mesmo jeito que os africanos são. E as favelas, os mangues, os morros? E as madrugadas com seus marginais, prostitutas e drogados? Por que não pensam neles? Por que só querem missão transcultural? É para colocar no currículo, para falar outro idioma ou para ser aclamado na sua terra natal como “o missionário”, por acaso?

Esqueça isso. Quer levar o Evangelho às criancinhas pobres e famintas da África, da Somália, de Guiné-Bissau ou da Etiópia? Primeiro vá, por exemplo, a Manari (cidade mais pobre do Brasil), ou ao Coque (bairro carente do Recife). Se quiser, visite os rincões distantes das capitais, os pântanos, as florestas, os canaviais, as serras, ascaatinga... Vá a qualquer lugar onde tem um “africano barrigudo”, “um menino desnutrido” da vida.

Caros sonhadores de missão, sigam tendo prazer pela África. Permaneçam orando pelos missionários que lá estão. Mas lembrem-se: há alguém, logo ali, que precisa da sua ajuda espiritual. E, acima disso, saibam: ter um coração missionário não é só chorar ao ver imagens de crianças africanas desnutridas.

Tharsis Kedsonni

domingo, 29 de janeiro de 2012

A Verdade Sobre a Compatibilidade Conjugal




No que se refere à compatibilidade, eu e minha esposa somos muito diferentes.

Quando meu filho mais velho estava com três anos de idade, fui passear de carro com ele pela cidade. Um semáforo levou-o a me perguntar o que significava a luz amarela. "Filho," eu comecei a responder com minha sábia voz paternal, "uma luz amarela significa que precisamos ter cautela".

Sua mente inquisitiva queria testar essa teoria, por isso fez a mesma pergunta a minha esposa no dia seguinte. "Filho," ela lhe informou enquanto agitava suas mãos enfaticamente, "uma luz amarela significa ANDE DEPRESSA!"

Minha esposa precisava ir a muitos lugares. Tinha pressa. Mas eu gostava de andar devagar e desfrutar do cenário.

O que é Compatibilidade?

O dicionário define compatibilidade como "a capacidade de viver junto em harmonia". Nossa cultura valoriza muito a compatibilidade no casamento, mas acredita-se que é preciso achar a pessoa certa para se conseguir isso. Se você encontrar "aquela pessoa", vai haver harmonia. A Bíblia, entretanto, ensina que casamentos harmoniosos não são uma coisa natural. Desde a Queda em Gênesis 3, o pecado nos tornou incompatíveis porque os relacionamentos se tornaram naturalmente prejudicados e fraturados. Mas o Evangelho nos dá esperança de viver em harmonia com os outros quando Jesus reconstrói os relacionamentos. Nós focalizamos as outras pessoas em vez de nos focalizarmos (Rm 15.5).

Compatibilidade Bíblica

Então, o que especificamente a Bíblia diz sobre achar um cônjuge compatível? Um verdadeiro cristão deveria se casar com outro verdadeiro cristão (2 Co 6.14, 1 Co 7.39). É isso aí, mas significa muita coisa mais.

Em vez de procurar uma pessoa compatível, os cristãos são instruídos que se casem com um outro cristão e que se tornem cônjuges compatíveis. A transformação exige a graça e o poder de Jesus — boas novas para aqueles que procuram se casar ou que já estão casados, pois Deus não deixa as mudanças para os nossos próprios esforços.

Perguntas para os solteiros quando estiverem procurando um companheiro biblicamente compatível:

1 - Como saber se ele ou ela submetem-se de boa vontade à autoridade divina?

Senhoras, se ele não se submete à autoridade divina, é um homem perigoso. Ponto. Homens, se ela não se submete a uma autoridade piedosa agora (a um homem que, a propósito, não é você), ela é o tipo de mulher que Provérbios adverte evitar.

2 - Como saber se ele ou ela é submisso aos ensinamentos?

Se alguém gosta de discutir, está mais preocupado em ter razão do que ser justo. Quando você pensa que venceu a discussão no casamento, na realidade perdeu. O casamento é amadurecimento manso, com muito para aprender o restante de sua vida.

3 - A pessoa em questão é conhecida e está envolvida na comunidade cristã?

É fácil usar uma máscara quando se está atraído por alguém e motivado para casar. Se essa pessoa não é conhecida na comunidade, você não a conhece. Outras pessoas precisam testemunhar sobre o caráter, a integridade e a fé dela.

4 - Como ele ou ela fala dos outros?

Se a pessoa é crítica, exigente, ou petulante em suas atitudes e palavras agora, vai continuar assim no casamento. Logo, você vai se tornar o alvo de sua ira e orgulho.

5 - Como ele ou ela reagem quando confrontados com o pecado?

Quando alguém tenta esconder, disfarçar, acusar, desculpar ou racionalizar seu pecado, tem uma visão distorcida do Evangelho. Por causa de Jesus, podemos confessar os pecados (1 João 1.0), arrepender-se (Rm 2.4), andar na luz (Ef 5.8,9), e sermos reconciliados com Deus (2 Co 5.17-21).

Perguntas para os casados que desejam se tornar biblicamente mais compatíveis.

1 - O que você percebe com mais freqüência que está errado ou certo com o seu casamento?

Se você é cristão, há muita coisa certa com você porque Jesus o salvou da ira de Deus e você lhe pertence. Você tem todos os recursos em Cristo à sua disposição (2 Pe 1.3). Como filho remido de Deus, o perdão e a graça podem fluir livremente do seu coração deixando que você ministre nas fraquezas do seu cônjuge. Mas você vive desse modo?

2 - Quando foi a última vez que você fez alguma coisa intencional para o seu cônjuge?

A bondade e a consideração fortalecem o casamento. Mas muitos casais acham que podem falar com aspereza, desdém ou falta de perdão. "Para o melhor ou pior" não é permissão para pecar. É preciso fé e humildade para reagir com graça quando estiver irado, magoado ou for mal interpretado.

3 - Você crê que Deus sabia o que estava fazendo quando fê-lo se casar com o seu cônjuge?

Quando o casamento é difícil, fica tentador pensar que você cometeu um engano, esquecendo que o casamento nos molda, com freqüência de maneiras dolorosas. Volte no tempo e pense no que vocês apreciaram e 1admiraram um no outro. É possível que essas qualidades ainda estejam aí, mas você permitiu que o pecado e o egoísmo entraram sorrateiramente e obstruíram sua visão.

4 - É preciso que você se arrependa da insatisfação e das queixas no seu casamento.

É preciso que haja uma intervenção sobrenatural do Espírito Santo para que sejamos gratos. Nossa tendência é comparar e se queixar. A gratidão é um estilo de vida ordenado pelas Escrituras (Cl 3.15-17), não uma simples sugestão para os feriados de verão. Pelo que você se sente grato? O que você gosta no seu cônjuge?

5 - Você e seu cônjuge oram juntos? Vocês oram um pelo outro?

É difícil ficar com o coração endurecido e amargurado com alguém por quem você ora freqüentemente. Deus fará uma grande obra no seu casamento enquanto você estiver orando. A oração mostra a nossa necessidade de Deus e é um ato de adoração.

Phil Smidt

Traduzido por: Yolanda Mirdsa Krievin
Copyright © Resurgence 2011
Copyright © Editora Fiel 2011


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Fonte: Editora Fiel

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Pastor Ciro Zibordi critica Diante do Trono e compara CD de André Valadão a simbolo gay




A aliança “glospel”, firmada entre a Rede Globo e algumas celebridades gospel, está cada vez mais colorida. A emissora que sempre estereotipou e ridicularizou os evangélicos descobriu que nem todos os crentes são extremistas e fanáticos... Há um grupo, formado por grandes celebridades gospel e seu fã-clube, que respeita a “diversidade”.

Tal segmento gospel aceita as diferenças religiosas, vê com bons olhos o ecumenismo e não se opõe com clareza aos pecados previstos na Bíblia. Há poucos dias, uma cantora “glospel” concordou, de modo tácito, com o sincretismo religioso, ao corroborar a seguinte frase, dita por um famoso apresentador: “O Caldeirão é palco de todas as religiões e credos”.

Tenho lido na grande rede que a nova edição de um famoso reality show, cuja sigla (recuso-me a citá-la) é composta da segunda letra do alfabeto três vezes, contará com uma grande “diversidade”. Além de representantes do movimento LGBT, essa tele-excrescência terá a participação de evangélicas! Como elas se comportarão diante das câmeras? O que a emissora pretende com isso?

Recentemente, um famoso cantor “glospel”, parceiro da Som Livre, lançou um CD com um título bastante sugestivo, o qual traz as cores (na mesma tonalidade) da bandeira arco-íris (composta de seis barras horizontais, que celebram a “diversidade” e simbolizam as minorias sexuais). Essa bandeira é usada em várias partes do mundo. No Brasil, ela aparece no logotipo da Rede Globo e é reconhecida como símbolo do movimento LGBT.

Será que o tal cantor “glospel” não conhece a simbologia da aludida bandeira? Acho difícil ele não saber disso, haja vista a grande difusão do arco-íris de seis cores, especialmente durante a Parada Gay, em São Paulo, em que uma grande bandeira colorida é estendida. O seu uso em manifestações LGBT começou nos anos de 1980.

Outrossim, o Festival Promessas, realizado em dezembro de 2011, foi apenas uma amostra dessa aliança evangélico-global. Estão previstos vários eventos “glospel” em várias partes do Brasil, além de outras participações de celebridades evangélicas em programas de grande audiência.

Certa “pastora”, há alguns dias, em outro programa da Rede Globo, cantou uma canção “glospel” improvisada em que celebrava a sua vitória sobre aqueles que a invejavam. O curioso é que, enquanto ela cantava, a apresentadora, seus convidados e a plateia riam e dançavam, numa grande celebração.

Baianas rodopiavam, sambistas gargalhavam, e a “pregadora” dançava e gesticulava no ritmo das religiões afro-brasileiras. Que tipo de evangelho “agradável” é esse, pregado e cantado pelas celebridades “glospel”? Lembrei-me imediatamente do que o Senhor Jesus disse, em Mateus 5.11: “bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa”.

Chamem-me de antipático, estraga-prazeres, etc. Mas continuo dizendo que o Evangelho deve ser comunicado da maneira que as pessoas precisam, e não da forma como desejam. Sigo a um Evangelho confrontador, protestante, transformador, que brada: “Jesus é a única porta, o único caminho. Em nenhum outro nome há salvação”.

O cristão que se preza, ainda que seja tachado de fanático e extremista, não faz alianças com emissoras, religiões, seitas e movimentos que pregam um amor divorciado da verdade. O Senhor Jesus foi claro, ao dizer: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra” (Jo 14.23).

Amém?

Ciro Sanches Zibordi

Luan Santana e Jamily cantam juntos no programa “Tudo é Possível”, da TV Record


No último Domingo, 22/01, Luan Santana participava do programa “Tudo é possível”, da apresentadora Ana Hickman da TV Record e cantou ao lado de Jamily.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No encontro, cantaram a pedido de Ana a música “Conquistando o Impossível”, que foi gravada por ambos. Jamily manifestou alegria por cantar ao lado do sertanejo e afirmou estar feliz com o momento: “Agradeço a Deus por essa oportunidade, está sendo um momento incrível”, disse.

Assista abaixo a apresentação de Jamily ao lado de Luan Santana:



Todo Dia Com Jesus


Marcos 14:55-72

No meio da noite, o palácio do sumo sacerdote está em grande agitação. O Senhor Jesus está perante Seus acusadores. Falsas testemunhas fazem declarações, mas estas são conflitantes. Contudo o Senhor não tira partido disto para Se defender. É condenado; golpeiam e esmurram-NO; alguém cospe-Lhe na face. O Salvador suporta todos esses ultrajes, os quais já tinham sido preditos pelo profeta Isaías (50:6).

Outra cena triste está ocorrendo no pátio do palácio. Pedro não crera no que lhe havia dito seu Mestre, e até Lhe assegurou: "De nenhum modo te negarei" (v. 31). Depois no Getsêmani, ele não deu ouvidos quando o Senhor lhe disse para vigiar e orar. Eis a razão de sua derrota. De mais a mais, o Salvador havia advertido os discípulos de que "a carne é fraca" (v. 38). Porém, esta era uma verdade que Pedro não estava disposto a aceitar, e por isso ele havia de passar por esta amarga experiência. O que nós não queremos aprender com o Senhor, acatando humildemente a Sua Palavra, teremos de aprender por meios muitas vezes dolorosos, enfrentando o Inimigo de nossas almas.

Para convencer com mais veemência de que ele não conhecia "este homem", Pedro passa a praguejar e a jurar. Não o julguemos; antes pensemos nas muitas maneiras pelas quais podemos negar o Senhor se não vigiarmos: com os nossos atos, com as nossas palavras ou... com o nosso silêncio (vide 1 Coríntios 10:12).

PASTORES DA IGREJA UNIVERSAL UNGEM CANETAS PARA FIÉIS PASSAREM EM CONCURSO PÚBLICO


Dois pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) fazem uma chamada especial para os “concurseiros” de Brasília. Pela TV, eles prometem bom desempenho nos exames para preenchimento de cargos públicos.

Os fiéis só precisariam levar caneta ou comprovante de inscrição ao templo para ser ungido. “Se Deus te iluminar, te der a direção, nada dá errado” é a garantia. O representante da Iurd ainda lembra de não esquecerem de levar uma garrafa com água, elemento já característico da igreja, para também ser ungida.

Faça sua parte e Deus fará a dele então estude porque se nao voce vai dançar, Deus não fará aquilo que é de sua obrigação, o possivel é pra voce fazer o impossivel deixe pra Deus e tera um lindo resultado.

Com informações do Bahia Notícias.




A escolha de Deus



Texto Base “E constrangeram um certo Simão, cireneu, pai de Alexandre e de Rufo, que por
ali passava, vindo do campo, a carregar-lhe a cruz” Marcos 15.21

Continuando nossas reflexões sobre a vida deste nosso Ilustre Desconhecido "Simão Cireneu", quero abordar hoje o tema: A Escolha de Deus.

Ás vezes pensamos que o romper de nosso chamado está condicionado ao homem, a um líder ou ministério em específico. Claro, que devemos honrar nossas autoridades e produzirmos com todas nossas forças no local onde Deus nos colocou, mas isto não significa que a escolha de Deus dependa destes lugares ou pessoas.

Já encontrei durante a caminhada alguns irmãos dizendo para mim que seus ministérios declinaram, que acabaram abortando o projeto de Deus, pois homens não enxergaram neles potencialidades e com como conseqüência disto os deixaram de escanteio.

Não acredite nisto, pois quando o Senhor tem algo para efetuar na vida de um homem ninguém poderá frustrar os seus planos, mesmo que momentaneamente estejamos passando por lutas e perseguições.

Lembra-se de Davi? O profeta Samuel foi ungir um Rei na casa de Jessé. Davi era o último da fila, o esquecido, mas Deus tinha uma ESCOLHA sobre sua vida. E lá dos pastos, em meio às ovelhas, ele foi conduzido para se assentar no trono de todo o Israel.

Acredite no Senhor, acredite em você. Mesmo que hoje você seja o último da fila, esquecido dentro da sua congregação, a qualquer momento Deus usará um profeta Samuel para apontar o dedo para você e dizer: É este a quem o Senhor tem escolhido!!

Existiam milhares de pessoas acompanhando a cruficação, mas a Escolha de Deus para ajudar a carregar a cruz de Jesus pairava sobre a vida de um homem: Simão Cireneu.

Aceite esta escolha. Respire esta escolha.

O Senhor usará os seus profetas no tempo determinado. Mesmo sem você saber, já existem pessoas que estão observando seus passos.

Não pare agora!!!!!!!!

Permaneça ainda mais um pouco!!!

O Senhor te exaltará!!

Grande abraço a todos, e deixo um convite para os amados irmãos para o Seminário "Liderança Eficaz" na Igreja Soldados de Jesus, em Palhoça/SC, que será realizado neste final de semana.

Pr. André Steil

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ajude um evangelista em seu trabalho secreto‏



Dawud entra na loja de uma rua movimentada da Síria. Depois de puxar assunto com o vendedor, ele pergunta:

─ Posso lhe dar de presente a Palavra de Deus?
O vendedor se surpreende. Hesita, mas responde:
─ Sim, aceitaria o presente.
Dawud entrega a Bíblia ao vendedor e diz:
─ Eu lhe dou esse presente sob uma condição: não guarde esse livro na estante sem abri-lo. Leia!

O trabalho de Dawud é perigoso, mas ele sabe que a Palavra de Deus
tem o poder para transformar vidas. Ajude ele e outros neste ministério!
A cada R$ 7,10 doados você possibilita a compra de uma Bíblia, que
será distribuída pelos colaboradores da Portas Abertas Internacional a pessoas que não conhecem Jesus e a cristãos que não têm acesso à Palavra de Deus.


O Brasil precisa de pastores de caráter limpo



O caráter de um pastor define o seu ministério. Isso significa que um pastor cujo caráter é íntegro produzirá um ministério limpo, cheio de graça e de verdade, um ministério sem nebulosidades. Contudo, um pastor sem caráter, invariavelmente, produzirá um ministério fajuto, de mentirinha, caracterizado pela arrogância, vaidade, roubos (não só financeiros, mas de tempo e de vidas), adultérios e neuroses pessoais pretensamente anunciadas como revelações de Deus.

Não adianta um ministério aclamado pelos homens, mas reprovado por Deus. No final, o que conta mesmo é minha vida diante de Deus. Quando se trata de liderança pastoral há um trecho da palavra de Deus que muito me chama a atenção. É o texto de Mateus 7:21-23, que diz: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.”

O curioso nesse texto é que todas as realizações alegadas pelos que estão sendo reprovados no juízo final são funções associadas à liderança pastoral: profecias, expulsão de demônios, realização de milagres. Só líderes no reino de Deus realizam tais tarefas. O Senhor, entretanto, os reprova, pois o coração desses líderes não era limpo, seu testemunho era condenável, suas motivações mais íntimas eram mesquinhas e egoístas. Na verdade, esses líderes tomavam o nome de Deus em vão todas as vezes que realizavam milagres, profetizavam ou expeliam demônios, pois no dia-a-dia “praticavam a iniqüidade”, promoviam a si mesmos.

Jesus, no sermão do Monte, entre outras bem-aventuranças, declarou que são “bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus” (Mt. 5:8). Deus se importa muito com um coração limpo. Por essa razão, Jesus inclui os limpos de coração em suas bem-aventuranças.

O pastor precisa ter coração limpo se deseja servir a Deus com integridade e um testemunho pessoal aprovado. Davi escreve “Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à falsidade, nem jura dolosamente” (Salmo 24:3-4). Por isso, o líder da igreja, deve conservar o “mistério da fé com a consciência limpa” (I Tm. 3:9).

Manter um bom testemunho por ter um coração limpo não necessariamente fará do pastor um sucesso entre os homens. Pelo menos enquanto este pastor estiver vivo. Depois de morto é outra história. Não obstante, é o bom testemunho que fará desse líder um vitorioso diante do Seu Senhor, pois Deus sabe que o bom testemunho agrega as ovelhas, enobrece o reino de Deus, honra o nome do Senhor, não escandaliza os mais fracos na fé.

Portanto, cabe a cada líder pastoral avaliar diariamente como está o seu coração. Esse exercício devocional é imprescindível para ser bem sucedido no ministério da Palavra, pois somente os limpos de coração verão a Deus e, assim, serão considerados bem-aventurados.

Samuel Costa da Silva

Pastor Silas Malafaia afirma que crente que assiste BBB tem que se converter de novo

Pastor Silas Malafaia afirma que crente que assiste BBB tem que se converter de novo

Diante das diversas polêmicas envolvendo o Big Brother Brasil, vários líderes religiosos têm se manifestado sobre o assunto. E depois do Ministério das Comunicações ter se manifestado, em comunicado oficial, informando que pode até interromper os serviços da emissora, caso realmente tenham sido exibidas cenas de estupro no programa, as manifestações de líderes religiosos tem aumentado.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Em seu site Verdade Gospel o líder da Igreja Assembleia de Deus, Vitória em Cristo, pastor Silas Malafaia, falou sobre o assunto e chegou a dizer que se algum cristão assiste ao programa ele precisa “se converter de novo”.

“O Big Brother é um lixo. Como é que tem crente que ainda perde tempo com isso? Tem que se converter de novo”, afirmou o pastor.

Malafaia criticou também a grande audiência que o programa, classificado por ele como lixo, tem recebido: “Esse programa está promovendo a baixaria, a imoralidade, e tudo o que há de mais destrutivo para a sociedade. É explícito o incentivo a bebedeira, sensualidade, promiscuidade e infidelidade. Onde vamos chegar quando um programa baixo, ridículo e imoral como este, é um dos campeões de audiência no nosso país?”.

Além de Silas Malafaia outros pastores e lideranças religiosas tem se manifestado sobre o assunto. A Igreja Presbiteriana lançou um blog para tratar do assunto e o pastor Gilson Bifano, do portal Click Família, falou ao site de Malafaia afirmando que “é hora de todas as denominações se pronunciarem” e que os cristãos precisam “cobrar do governo, não a censura, mas um posicionamento”, segundo ele “o Ministério Público deve investigar o que houve e punir severamente a emissora”.

Fonte: Gospel+

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A Nossa Santificação

A Nossa Santificação

1 Tessalonicenses 4:3 - Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;

O Apóstolo Paulo, ao recomendar que nos santifiquemos, justifica a sua ênfase: "Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação" (I Tessalonicenses 4:3).

A definição costumeira de santificação focaliza dois momentos: 1. separar-se do mundo; 2. separar-se para Deus. Fica menos difícil separar-se do mundo, quando aprendemos a "não amar o mundo nem as coisas que nele há". Ninguém se separa, quando cultiva amor. Ninguém se separa, quando cultiva dependência. Afinal de contas, antes do nosso encontro com Cristo, tivemos anos e anos de convivência com as coisas e as pessoas do mundo. Ficamos tão impregnados do mundo que, como diz Paulo, ficamos "espiritualmente mortos".

Separar-se para Deus significa nossa resposta ao convite divino. Este momento da santificação requer a nossa fé na obra que Cristo faz na nossa "velha natureza". É aqui que entra a imagem de sangue. No processo da aceitação do Cristo, seu "sangue nos purifica de todo o pecado". Sofremos a transfusão do sangue de Jesus Cristo, que elimina de nós o sangue da natureza pecaminosa. Assim, cada área que abrimos para a entrada e para o domínio de Cristo, aumenta a nossa santificação "para" Deus. Um dia, quando tivermos experimentado a morte do "corpo carnal" e a ressurreição do "corpo espiritual", neste dia teremos atingido a nossa santificação final.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Atitudes certas com motivações erradas.




Sempre questiono os motivos de nos aproximarmos de Deus em determinados propósitos. Meu cuidado é sempre observar se o combustível dessa aproximação não são os nossos interesses pessoais.

É muito comum encontrarmos na frente das igrejas, faixas com as seguintes frases: Noite das causas Impossíveis, corrente da prosperidade, culto dos milagres, oração forte para realização dos seus sonhos, e etc.; Infelizmente grandes partes das pessoas que participam de tais movimentos abandonam a Deus assim que recebem seu favor. Fazem como os nove leprosos em Lucas 17.11, nem se quer voltam para agradecer. Nos dias de campanha, estão fervorosos, sedentos e cheios de expectativas em Deus, mais ao receberem o que estavam procurando, simplesmente desaparecem como se nunca tivessem o conhecido. A correta atitude de buscarmos a Deus não nos aprova de imediato, Ele sonda os corações, e sabe se também estão corretas as motivações que nos levaram a buscá-lo.

Não me lembro de ter lido na bíblia Davi fazendo um propósito de sete semanas pra derrubar o gigante, nem tampouco campanha de oração pra obter vitória. Não estou dizendo que isso seja errado, mais não podemos aceitar frases como: "Grande campanha para derrubar os gigantes", ou então: "Ofertas com propósitos de destruir "os Golias" em sua vida financeira”, como benéficas e normais. Existem até pastores ungindo pedras que as pessoas levam à igreja, crendo que esses "amuletos" destruirão seus inimigos. Apesar de não compactuar com esses métodos citados, acredito que as pessoas que os usam com sinceridade e fé, tocam o coração de Deus, pois tudo que é feito por meio da fé em Cristo se torna poderoso e eficiente, porém, existem meios mais bíblicos para alcançarmos o favor de Deus. O motivo pela qual não compactuo com esses ritos, é por crer que Deus não quer só te dar um milagre, Ele não te quer apenas por sete semanas; Deus quer você todos os dias, por inteiro; o milagre já foi conquistado na Cruz, e as bênçãos nas regiões celestiais; Deus não quer mais ser tratado como um "Gênio da Lâmpada", Ele quer ser teu amigo; é muito mais que interesse, é amor; é dessa forma que Ele espera que o procuremos.

A Pedra que derruba os inimigos é uma vida de santidade e reverência fundamentada em Cristo. A bíblia relata que Davi simplesmente saiu pra levar comida aos seus irmãos, der repente escutou Golias afrontando seu povo sem que ninguém ao menos tentasse o calar; indignado com a situação, pediu permissão ao rei para levantar-se contra aquele homem, o restante da história você já conhece; Davi com uma só pedra acerta Golias, que desaba imediatamente ao chão. Não foi pra conquistar sucesso pessoal que Davi se arriscou, foi para honrar a Deus e seu povo. O que Derrubou aquele homem não foi uma simples pedra atirada por um menino, foi o poder de Deus manifestado na vida de alguém que ousou viver em intimidade com Ele.

Como igreja, estamos tão envolvidos em coisas passageiras e tolas, que nos esquecemos daquilo que é eterno. Por nos comportarmos com infantilidade diante de Deus, temos deixado de viver grandes promessas. Paulo escreve aos Gálatas o seguinte: "se o herdeiro for menino, de nada se difere do escravo, mesmo sendo senhor de tudo". A igreja tem o poder de estabelecer o reino de Deus na terra, mais prefere promover campanhas de prosperidade e conquistas de bens terrenos, desperdiçando tempo e vigor para adquirir algo que já é dela, negligenciando o chamado de manifestar o reino Eterno entre os homens.

A atitude de buscar a Deus é corretíssima, mais não se engane , Ele sonda os corações e sabe se as motivações dessa busca também estão corretas.

Busque ao Senhor pela motivação correta e você terá o melhor Dele em sua vida e ministério.

Deus te abençoe

Miss. Marcio Dantas

Projeto que criminaliza a homofobia é desarquivado no Senado




O polêmico projeto que criminaliza a homofobia foi desarquivado no início da tarde desta terça-feira e volta a tramitar no Senado Federal.

A matéria prevê punições para uma série de preconceitos e discriminações, entre eles os que envolvem a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais).

O projeto também quer punir quem "impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público" de casais do mesmo sexo, desde que essas manifestações sejam permitidas a heterossexuais.

Um requerimento assinado por 27 senadores e capitaneado pela senadora Marta Suplicy (PT-SP) foi lido no plenário no início da sessão desta tarde. Assim, o texto seguirá sua tramitação na Casa, passando por comissões, e depois voltará à Câmara dos Deputados, onde teve origem, para mais uma avaliação.

O projeto havia sido arquivado em janeiro, com o fim da Legislatura passada, depois de quatro anos tramitando no Senado e apenas uma votação --na Comissão de Assuntos Sociais, onde foi aprovado.

A matéria encontra forte resistência na bancada evangélica, que entende que o texto censura as falas dos pastores sobre relações homossexuais. Não há consenso a favor do projeto mesmo entre os senadores que assinaram o pedido de desarquivamento.

"Não posso dizer que sou a favor ou contrário. Não conheço ainda a proposta, assinei para desarquivar e fazer a discussão", afirmou o senador Blairo Maggi (PR-MT).

Para o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que também assinou o requerimento, será preciso chegar a um consenso com a bancada evangélica para que a proposta possa prosperar, possivelmente fazendo ajustes no texto. "O ponto que preocupa [as lideranças evangélicas] é o que toca na liberdade de culto."

Fonte: Folha.com

“Foi um milagre” afirma jovem que sobreviveu após levar um tiro que atravessou seu coração

“Foi um milagre” afirma jovem que sobreviveu após levar um tiro que atravessou seu coração

Após levar um tiro que atravessou seu coração o jovem Adriano Marcolino, de 28 anos, afirma que a única explicação para estar vivo é um milagre. O médico que o atendeu concorda com Marcolino, segundo o cardiologista Jean Pierre Nogueira nesse tipo de lesão o paciente morre antes mesmo de ter chance se receber atendimento.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O cunhado de Marcolino contou à reportagem do Domingo Espetacular que o jovem estava em uma esquina próxima à sua casa quando um amigo efetuou um disparo acidental com uma arma calibre 22 que o atingiu direto no coração. Ele contou também que o jovem foi levado ao hospital por uma viatura da polícia, visto que pela gravidade não poderiam esperar uma unidade do SAMU atender o chamado.

De acordo com a reportagem a bala atravessou totalmente o coração de Adriano e no trajeto ainda rasgou a veia por onde chega todo o sangue da parte inferior do corpo, depois o projétil se alojou no abdome do jovem. Segundo o médico que atendeu Adriano o “coração dele praticamente murchou, que é a causa de mortalidade por esse tipo de acidente”.

A cirurgia que reparou o coração foi rápida, cerca de uma hora, mas o médico ressaltou que nesse tipo de caso o paciente sequer chega vivo ao hospital.

A mãe do jovem diz não saber explicar como seu filho ainda está vivo, segundo ela é um milagre: “foi a Mão de Deus que ajudou os médicos e salvou o meu filho”, afirmou. Adriano também acredita ter sido salvo por um milagre, já em recuperação ele afirmou: “é um milagre, não tem outra explicação”.

Um instrutor de tiro procurado pela reportagem afirmou que um tiro direto no coração com uma arma calibre 22 é fatal, e disse também que o que o fato de Adriano ter sobrevivido é realmente um milagre.

Veja a reportagem:



Resgatando o casamento #2 Marido que Ama com Atitudes



“Poe-me como selo sobre o teu coração…” Ct8.6

Nós corremos com tantas coisas, nos preocupamos com pessoas que nem sempre se importam conosco e assim vamos vivendo a vida tentando agradar a tanta gente.

Mas tem uma pessoa muito próxima de nós a quem chamamos de “minha esposa”, “minha mulher” e alguns de nós, ainda que no bom humor, a tratam de “dona encrenca”, “dona da pensão”, a quem devemos a maior consideração e cuidado.

Dentre as relações humanas, ela deve ser a pessoa mais importante, é de quem eu não posso me esquecer jamais.

Podemos até negligenciar algumas coisas, mas ela não pode ser negligenciada de forma alguma, ela merece o melhor da nossa dedicação e apreço.
E mais, tudo que eu lhe fizer de bom, o retorno é imediato. Veja que com um investimento pequeno o retorno é muito bom, então, que haja fartura de elogios honestos e oportunos.

Você já reparou que elogiamos tantas pessoas que nos são assim mais distantes, pessoas com as quais mantemos relacionamentos superficiais e esporádicos. No restaurante você agradece ao garçom e elogia a comida, no posto de gasolina agradece e deseja um bom dia ao frentista, e assim por diante. Isso tudo é importante, mostra nossa educação e amor pelas pessoas.

Mas o nosso melhor deve acontecer dentro de nossa casa, no trato com a esposa. Ela deve receber de nossa parte os melhores elogios , agradecimentos. Ela deve ser a pessoa mais estimulada e encorajada das nossas relações.

Não estou dizendo que os meus companheiros devam virar “um meloso”, porque aí é lisonja interesseira e perde o seu valor, mas o elogio sincero, esse tem peso.

Puxa vida, às vezes queremos uma noite memorável de amor, e como gostamos disso. Mas uma grande noite de amor começa ao amanhecer do dia, com um bom e gostoso abraço, uma palavra que semeie alegria, uma declaração que reafirma o amor.
Permita-me ensinar um segredo pra você, sabe aqueles dias, que todo mês vem, pois então, é nesse período que ela mais precisa ser abraçada. Um abraço assim pode até curar a TPM.
E não só isso, um abraço gostoso, bem demorado, cura a depressão, mau humor, ressentimentos e outras coisas mais.

Quando você a abraça estando ela “naqueles dias”, a leitura que ela fará é a seguinte: “Ele me ama independente do que eu posso lhe oferecer.”.
Alguém disse: “Me ame quando eu não merecer, pois é aí que vou precisar do seu amor”, então, é isso! Simples e fácil, mas com um poder curador incrível.

E quando você estiver longe dela, numa viagem ou um trabalho fora, traga um presentinho para ela, alguma coisa ainda que de pequeno valor monetário, mais que trará no seu bojo um valor emocional fantástico. Sabe o que ela vai pensar: “Ele esteve longe, perto de outras mulheres, mais foi de mim que se lembrou e foi para mim que voltou”.

Experimente e veja o resultado que trará.

Na lide pastoral uma esposa disse: “Pastor, ele passa o sábado inteiro lavando, esfregando e polindo aquele carro, fico enciumada e desejo estar no lugar daquele automóvel menos uma vez por mês”. Já imaginou isso?

Você foi chamado por Deus para cuidar dela, portanto não despreze a missão, pois acrescentará longos anos de bom relacionamento.

Pr. Ismael

Resgatando o casamento #3 Casamento, Instrumento de Aperfeiçoamento




O casamento tem muito valor diante de Deus por vários motivos: Porque simboliza a união de Cristo e sua Igreja; Para que o homem não esteja só; Para dar continuidade à descendência e um grande instrumento para nos aperfeiçoar como pessoas, como cristãos. Um ótimo lugar para vivermos o evangelho.

A convivência a dois é tremenda. Há muitas alegrias, muito amor. É um relacionamento entre duas pessoas que deve trazer a elas muita felicidade. Porém, não é só isso. No casamento também acontecem conflitos, dificuldades, lutas, mas, que não devem tirar a beleza da vida a dois, porém, serem interpretadas de uma forma positiva. É sobre isso que vamos falar um pouco.

As dificuldades no casamento ocorrem devido aos seus defeitos e os de seu cônjuge e por circunstâncias que fogem o domínio de vocês. Esses motivos que realmente são os instrumentos usados por Deus para lhe aperfeiçoar.

Com certeza sua maior dificuldade são os defeitos de seu cônjuge. Ele age de tantas formas que você não se agrada e deixa de fazer outras tantas que lhe agradaria bastante. O que você espera que ele faça, ele não faz, porém, o que você mais detesta ele faz. Veja bem, é neste exato momento que você deve exercitar o que tem aprendido na Palavra de Deus. É através dos defeitos de seu cônjuge que Deus quer que você exercite o amor, a paciência, a mansidão, o de dar a outra face, a obediência, a humildade. E nisso o Senhor trabalha em você, moldando-o com o caráter de Cristo. Quando você chega no limite de sua paciência, então entra em ação a paciência de Deus. Quando você chega no limite de sua tolerância, então entra o amor de Deus. Quando você chega em seu limite, seja qual for a área, então você se depara com a decisão de escolher o caminho estreito ou o largo. Sair da teoria, das pregações, da letra, do falar e ir para a prática de tudo que você tem ouvido, falado e pregado, ir para a cruz. É uma escolha. E quando você escolhe a vontade de Deus você é aperfeiçoado e o Espírito Santo manifesta-se através de você. Quais escolhas você tem feito? As da carne ou do Espírito? É no casamento que revela seu nível espiritual, pois, onde mais existem tantos momentos "oportunos"de se colocar em prática a obediência?

Jesus passou por isso. Ele convivia diariamente com os discípulos e cada um tinha suas fraquezas.

E a Bíblia nos diz que o Senhor os amou até o fim. Ele foi aperfeiçoado pelas coisas que sofreu, e algumas delas foi continuar em obediência à vontade de Deus mesmo recebendo traições, dúvidas a respeito de si mesmo, abandono e rejeição daqueles que andaram com Ele. A reação do Senhor era de lavar os pés de seus discípulos; servi-los, amá-los, ensina-los, perdoa-los... E a recompensa de toda a obediência de Jesus Cristo foi a vitória completa, Seu Nome ser acima de todo nome, Deus O exaltou sobremaneira. Para seguir a Jesus você precisa se negar e começa pela sua casa. É muito fácil amarmos àqueles que não moram conosco e também não precisam nos suportar.

Aproveite sua casa para exercitar princípios bíblicos que você, talvez, não terá oportunidade de exercitar em outro lugar. Se deixe ser tratado por Deus. Em vez de contender, separar, revidar, humilhe-se, negue-se e obedeça a seu Senhor.

Claro, que não estou justificando os erros de seu cônjuge, mas lhe digo que só o Espírito de Deus convence o homem do pecado, do juízo e da justiça. Até nisso você é aperfeiçoado pelos erros dele, pois, o estimula, se você realmente entendeu que é o Senhor que convence, a buscar mais a Deus para a cura e libertação de seu cônjuge.

Percebeu que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo o Seu propósito? Agindo você assim, em obediência, receberá muito mais da presença de Deus e de suas bênçãos espirituais, matrimoniais, emocionais e até materiais. Experimente!

Elenir F. L. Campos

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Crente que FALA DEMAIS!!

Este hino fala sobre as pessoas que não
conseguem conter a língua e falam demais!!

domingo, 22 de janeiro de 2012

Habacuque 1:12

Não és tu desde a eternidade, ó SENHOR meu Deus, meu Santo? Nós não morreremos. O SENHOR, para juízo o puseste, e tu, ó Rocha, o fundaste para castigar.



Enquanto lia o capítulo primeiro de Habacuque, aprendi algo bastante revelador. Ter conhecimento de Deus é importante, mas não é suficiente para confiarmos nEle.

Veja comigo: (1) o profeta reconhecia a eternidade de Deus, (2) reconhecia o senhorio de Deus, e também (3) a santidade divina. Isso tudo, porém, não foi suficiente para livrar-se dos questionamentos que tomaram conta de seu interior.

Foi buscando ao Senhor, e ouvindo Sua Palavra, que Habacuque aquietou o coração. Você entendeu o recado? Ore com mais intensidade nos tempos de dúvidas, buscando com temor a face de Deus.

Isso trará palavras reveladas da Bíblia Sagrada ao seu coração, que lhe trarão o conforto que você tem procurado alcançar.

O papel dos pais e dos líderes em minha vida sentimental

O papel dos pais e dos líderes em minha vida sentimental

Provérbios 11:14 -
Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.



Além de tudo o que já pudemos partilhar sobre este espinhoso assunto que é o relacionamento entre cristãos, devo mencionar pelo menos outros dois critérios super importantes antes de você começar a namorar alguém: (1) a opinião de seus pais e (2) a orientação do seu líder espiritual.

Embora reconheça que muitos pais hoje perderam a dignidade em instruir seus filhos, isso contudo não retira deles o direito de opinar sobre os relacionamentos que iremos iniciar. E em boa parte das vezes, ouvir os conselhos dos pais é decisivo para não errar. Eu, por imaturidade, iniciei um relacionamento no passado sem a benção dos meus pais e colhi frutos dolorosos.

Seu líder espiritual também é uma importante fonte de consulta. Por conhecer bem você (e em boa parte das vezes, também conhecer o pretendente), ele pode lhe dar alguns toques que irão lhe ajudar a decidir se a pessoa é adequada ou não.

SALMOS 100

Salmo de louvor.

Cantem hinos a Deus, o SENHOR, todos os moradores da terra! Adorem o SENHOR com alegria e venham cantando até a sua presença. Lembrem que o SENHOR é Deus. Ele nos fez, e nós somos dele; somos o seu povo, o seu rebanho. Entrem pelos portões do Templo com ações de graças, entrem nos seus pátios com louvor. Louvem a Deus e sejam agradecidos a ele. Pois o SENHOR é bom; o seu amor dura para sempre, e a sua fidelidade não tem fim.

Idosa tatua 666 na testa e na mão porque achou bonito

Idosa tatua 666 na testa e na mão porque achou bonito

Uma idosa de 84 anos resolveu tatuar o 666 na testa e na mão direita porque achou “bonito”, dona Nina que mora da baixada fluminense vivia trancada dentro de sua própria casa sem comida com um casal que pertence à igreja Crescendo em Graça que usa o símbolo para dizer que esse número é símbolo do filho de Deus.

Os vizinhos perceberam as tatuagens e chamaram a polícia, para eles dona Nina informou que contratou o casal para fazer uma reforma, mas que eles acabaram ficando na casa e lhe apresentaram a seita liderada pelo porto-riquenho José Luis de Jesús Miranda.

Para o apresentador Wagner Montes a idosa confessou que assistiu vários vídeos do líder da seita e que acabou aceitando fazer as tatuagens, mas disse também que desistiu de fazer parte da Crescendo em Graça.

“Achei bonito, harmonioso. Fazia propaganda da 666. As pessoas ficam doidas. Ou então [dizem] ‘ah é muito bonito, a senhora foi corajosa’. [a reação das pessoas] Varia muito”, disse ela ao apresentador do Balanço Geral que vai ao ar no Rio de Janeiro.

Sua saída da seita foi justificada por dona Nina dizendo “não ter fé suficiente”, mas apesar de não acreditar no fim do mundo em 2012 a idosa crê que “coisas ruins irão acontecer”.

Jorge Henrique Cosme e Silva, o homem que converteu Dona Nina, explica que o número 666, para os adeptos da seita, significa “sabedoria, riqueza, honra e é o número do nome de Deus”. José Miranda é conhecido como Jesus Homem e prega que seu corpo será transformado esse ano e todos verão que ele é realmente Jesus. Essa seita já está presente em 11 estados brasileiros e em vários países do mundo.

Eis-me aqui. Envia-me!



Eis-me aqui. Envia-me!

Isaías 6:8 - Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.

Após uma profunda experiência espiritual, no Templo, o jovem Isaías ouve: “Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: Quem enviarei? Quem irá por nós? E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me!” (Isaías 6:8).

O contraste é digno de nota. De início, Isaías percebe a profundidade das suas inadequações. “Ai de mim!”, ele exclama. É quando o Senhor faz algo inesperado, inacreditável. Primeiro, o Senhor faz a Sua bênção tocar os lábios e o coração do jovem. Em seguida, o Senhor o convoca para trabalhar por Ele.

Somos, hoje, como o profeta do passado. Temos consciência da nossa impureza e das nossas incapacidades. O problema nosso é que paramos por aqui, fingindo não ouvir o chamado do Senhor: Quem irá por nós? O Reino de Deus tem mil faces e milhares de necessidades. O Senhor nos salvou para testemunhar por Ele em um nicho determinado. Naquele lugar cujo pecado é semelhante àquele, do qual fomos libertados por Jesus Cristo. Fomos salvos para servir. E servir aqueles que sofrem as coisas que já sofremos. Tenhamos fé suficiente para dizer: “Eis-me aqui. Envia-me!”.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Educação dos filhos é dever dos pais e não das escolinhas

Educação dos filhos é dever dos pais e não das escolinhas

Reprodução
As crianças não podem ser 'largadas' nas escolas, como se a atividade escolar fosse todo o universo que as cerca
"A família é o centro vital da formação da criança e do adolescente. Bem formados esses pequeninos normalmente esbanjam alegria, equilíbrio, segurança e, além disso, tornam-se pessoas polidas e bondosas", é sob esse conceito que Abel Glaser, fundador do Lar Escola Cairbar Schutel (LECS), cuida há quase 50 anos de crianças em situação de risco social.

A formação moral de toda pessoa é adquirida essencialmente no lar onde ela vive. Segundo Abel Glaser, não é tarefa primordial da escola formar o caráter do aluno e sim de seus pais. Ele diz que até os sete anos de idade, quando o livre arbítrio das crianças ainda é pequeno, os genitores devem dar o máximo de si para orientá-las e, se for o caso, até repreendê-las no bom sentido de formação pessoal, para que não venham a cometer os mesmos erros. "Essa é a fase mais receptiva da formação", salienta Glaser.

Depois, dos sete até os 12 anos, as doses de livre arbítrio são mais elevadas. Para Glaser nessa fase os pais devem cuidar mais dos diálogos incessantes para educar. Já dos 12 aos 16 anos o livre arbítrio no adolescente torna-se ainda maior, prolongando-se até o final de sua existência. "Nessa etapa, os pais devem buscar ajudar o filho a seguir seus próprios rumos com menos rigor. O bom exemplo, que os pais sempre devem dar aos seus filhos será ainda mais importante", recomenda o fundador do LECS.

Para cada faixa etária há um procedimento diferente, visando educar a criança e o adolescente. Abel alerta que, no entanto, desde a mais tenra idade, as más tendências devem ser combatidas. Não é admissível a desculpa ‘cada um nasce de um jeito’.

Equilíbrio

Corrigir os filhos é possível utilizando um misto de energia e amor. Para Glaser, o caminho ideal é o equilíbrio, apesar de mais complexo e difícil, pois exige dos pais mais atenção. "Nem agressões físicas, nem total liberdade". Neste sentido, advertências ou correções, tanto no âmbito familiar como na escola, fazem parte da formação, pois devem existir regras a serem cumpridas e limites na exata medida e proporção, sem excessos nem exageros.

Quando o assunto são as frequências escolares, Glaser afirma que tudo dependerá muito dos pais, dos seus incentivos e da sua disponibilidade. Entretanto, as crianças não podem ser 'largadas' nas entidades educacionais, como se a atividade escolar fosse todo o universo que as cerca. "Na educação deve haver uma dose de escola e outra de lar. Ambas são necessárias à formação de qualquer ser humano", diz.

Cultivar a arte, a literatura, o esporte, a natureza também são fatores positivos no contexto da educação. Ensino e sabedoria caminham juntas e estão unidas no mesmo cenário. Com sabedoria, bom senso e justiça é possível educar qualquer ser humano.

Abel Glaser ressalta a responsabilidade social das pessoas e entidades na formação inicial do indivíduo: "Contribuir para a formação da criança e do adolescente, de um modo geral, é dever de todos". Assim, entidade e projetos assistenciais de amparo à criança e ao adolescente precisam existir, pois suprem a deficiência ainda existente na sociedade nesse particular. "Essas obras necessitam trabalhar, sempre que possível, em conjunto com os genitores despreparados, procurando orientá-los sobre como educar seus filhos".

Desde o berço até a idade adulta, no momento certo, sem fanatismo ou exagero, os pais ou responsáveis devem ensinar à criança e ao adolescente o que é moral, ética, retidão, bem como, os ensinamentos cristãos, como roteiro ideal a seguir, para que possam rejeitar, agora e mais tarde, a violência e os vícios para se tornar um cidadão correto e um ser humano feliz. (Fonte: Melhor Amiga)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Sete pecados que podem acabar com um casamento



Reprodução
Especialistas mostram os principais tropeços que levam os casais a pedir o divórcio
Quem casa quer casa, companheirismo, sexo bom , fidelidade, nenhuma desavença. A lista de desejos antes do sim é extensa. Ainda assim, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), no ano de 2008, entre separações e divórcios, foram 290.963 rompimentos em todo o país. Quais as justificativas e explicações para tantos rompimentos? Segundo especialistas, a maior parte dos casais que chegam até o juiz poderia pecar menos e evitar o não.

O casamento pode não ser tão exato quanto a matemática, defende o psicólogo e especialista em Gerontologia Wallace Hetmanek. Porém, segundo ele, manter a união depende de contas bem feitas. E não é falta de romantismo: é preciso somar fatores como parceria e cumplicidade, e dividir experiências. "Esses fatores vão somar uma série de histórias interessantes que vão se transformar na vida de um casal. O resultado deve ser sempre positivo. Se a conta der negativa, é preciso rever e analisar todo o processo, até que se encontre um resultado satisfatório para os dois", afirma.

O conto de fadas ficou na infância, afirma a psicóloga Andrea Fernandes. Casamento é para gente grande e, na vida real, a matématica pode ser mais complexa que o um mais um igual a dois. "Não podemos enumerar os passos para um casamento de conto de fadas, já que sabemos que atribulações e embates sempre vão existir nos relacionamentos humanos. Porém, devemos atentar para pequenas atitudes que podem tornar o casamento mais agradável e feliz", afirma.

Amor não basta, atesta o especialista em Sexualidade Humana Arnaldo Risman. Ficar fora das estatísticas do divórcio exige também jogo de cintura e maturidade. São pessoas assim que conseguem dar – para receber – compreensão, respeito, confiança. No final das contas, o saldo deve ser sempre positivo.

A psicóloga Maria Valéria Valésia listou os sete pecados que podem transformar o seu casamento em um fiasco.

1- Rotina

Se você pensa que aliança é sinal de eternidade afetiva, você está enganado. A rotina é um dos fatores que podem levar o casamento à falência. Não podemos, jamais, esquecer que somos seres constantemente em transformação psicológica, física e emocional. Assim sendo, não permita que sua relação fique na rotina ou caia nela, pois sem o poder da criatividade afetiva, o desenvolvimento de seu casamento não será "E viveram felizes para sempre".

2- Falta de diálogo

Falar é uma função importante do ser humano e precisa ser levada para o casamento. Não significa, necessariamente, discutir relação, mas antes da necessidade desse fator, a conversa e o diálogo precisam ser construídos ainda durante o namoro. Esta construção é feita por meio de falas que são, muitas vezes, silenciadas neste período. Se você não possui este espaço em seu relacionamento, construa-o para que no futuro não tenhas problemas de diálogo.

3- Não dar a devida importância ao sexo

A sexualidade permite e propicia a intimidade necessária, a manutenção da união. Cuidar de si mesmo, da aparência, da saúde, revela um cuidado com o outro também. Depois do casamento nada pode melhorar se hoje está ruim. Não acredite que o casamento pode resolver problemas relacionados à sexualidade do casal. O que está ruim antes pode ser pior depois. Antes de tudo, converse com seu parceiro para poder melhorar o que você acredita que não anda bem. Parceria sexual é importante durante todo o casamento, pois depois de um período, muitas vezes, só amante resolve.

4- Excesso de Trabalho

Quando casamos temos que ter em mente que naquele momento estaremos dividindo espaços, sonhos e fantasias no mesmo terreno. Assim sendo, pense bem quando o convidarem para um aumento de salário e de trabalho também, pois alguém vai sair perdendo e pode ser você mesmo. Nem sempre dinheiro realiza sonhos, ele pode ser uma grande poupança para pagar o advogado na separação. As perdas são grandes: tempo e vontade de fazer amor, dificuldade de conversar quando chega em casa, trabalhos que são levados para casa em vez de ter tempo para namorar, lanchar ou qualquer outra coisa. Objetivos de casal são necessários na vida, mas não podemos perder o foco que existe entre um casal, uma relação que precisa ser alimentada diariamente.

5- Falta de atenção e afeto

Se não existir afeto entre os parceiros é porque há um sério problema dentro de uma relação. Afeto e carinho são essenciais em qualquer relação – todos precisam de um pouco, especialmente vindo da pessoa amada. É preciso dar atenção ao parceiro, se mostrar feliz quando ele ou ela chega em casa do trabalho, dar um abraço, acordá-lo com um beijo, fazer um carinho, um cafuné. Uma demonstração de carinho nunca é demais e não faz mal a ninguém.

6- Ciúme

Um pouco de ciúme é tolerável, mas quando chega a certo nível, como a necessidade de controlar o parceiro, surgem as brigas desnecessárias, que deixam ambos infelizes e desgastam. Se existem problemas com ciúmes exagerados, procure um psicólogo para buscar uma explicação dessa insegurança, que pode estar ligada até mesmo a infância ou traumas em relacionamentos passados.

7- Guardar mágoa

Muitas vezes nem percebemos que estamos magoados com algo que foi feito ou dito, e nosso parceiro não entende que há algo errado em nosso comportamento. O melhor é trabalhar esse sentimento e saber apagá-lo. Não saber perdoar o parceiro é um grande equívoco dentro de um relacionamento. Lembre-se sempre de que ninguém é perfeito. Outra opção é conversar sobre a mágoa, sem acusações. O perdão não deve ser instrumento de uso corriqueiro, pois além de torná-lo banal, o seu significado acaba se perdendo no meio do caminho. (Fonte: Mais de 50)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Bíblia e espelho

Uma boa comparação para ajudar a entender quanto se pode tirar proveito desse maravilhoso livro que não deixa de ser o manual de vida mais eficiente para uma vida melhor.

Buscar a felicidade ou ser feliz?


Buscar a felicidade ou ser feliz?

Salmos 128:2 - Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.

Após um final de semana festivo, já chegamos em 2012. É o tempo em que, após sararmos dos exageros das comemorações, nós aproveitamos para planejar o ano e estabelecer os objetivos a serem alcançados. É neste período em que estamos com o coração aberto para refletir sobre algumas questões um pouco mais profundas de nossa vida, e obviamente, o assunto FELICIDADE naturalmente irá surgir.

A felicidade é a busca suprema de cada ser humano. Todos nossos esforços em vida, sejam eles legítimos ou não, refletem nosso desejo de experimentar essa satisfação interior que nomeamos como FELICIDADE. Nesta busca, alguns iniciarão jornadas em busca daquilo que o nosso mundo pode oferecer; outros, buscarão encontrar aquilo que, apesar de invisível aos olhos, é real, que é a presença de Deus.

Que através da Bíblia Sagrada, a gente possa descobrir o que Deus tem planejado para nós!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Meu Redentor Vive

O vídeo mostra a história de um rapaz que rompeu suas barreiras físicas pela fé.
Mesmo impossibilitado de mover-se sozinho, não desiste e participa de um triatlon.

Exemplo de perseverança e fé!


O que é determinante para um relacionamento dar certo?


Reprodução
A eHarmony, site de relacionamento responsável pelo casamento de uma média de 542 pessoas por dia nos Estados Unidos, realizou um levantamento com mais de 300 mil usuários de seu serviço no Brasil para entender quais são as expectativas dos brasileiros em relação a seus futuros relacionamentos.

O estudou revela que brasileiros e brasileiras são unânimes quanto à principal característica do relacionamento de seus sonhos: a química. Ambos também consideram o afeto e a lealdade características essenciais em um parceiro.

Mas homens e mulheres discordaram em alguns pontos. Elas elegeram como segunda qualidade mais desejada a responsabilidade, já os homens consideram o senso de humor indispensável.

Há também qualidades que só um dos gêneros valoriza. Enquanto mulheres querem homens gentis e caseiros, homens querem mulheres que saibam se comunicar bem e que sejam pacientes.

Ambos os sexos concordam sobre as três características mais intoleráveis em parceiro: mentiras, trapaças e uso de drogas. Homens e mulheres também não querem se relacionar com pessoas infiéis, grosseiras e com maus hábitos de higiene, mas em graus diferentes: para eles, falta de higiene e infidelidade são mais intoleráveis que grosserias. Para elas é exatamente o oposto, grosserias são mais graves que as outras duas características.

Os homens afirmaram também que não querem se relacionar com mulheres desonestas ou raivosas. Estas características não entraram na lista delas, que não gostam de preguiça nem vaidade excessiva em seus parceiros.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Cora Coralina


''Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.''

(cora coralina)

extraido http://senhoritathelma.blogspot.com/

Confira 5 erros que podem minar qualquer relacionamento



Evitando atitudes simples, você mantém seu relacionamento e torna o convívio muito mais agradável

Que a convivência a dois é complicada todo mundo sabe. Mas algumas atitudes podem tornar o relacionamento do casal ainda mais delicado, fazendo com que o convívio se torne impossível. De acordo com especialistas em comportamento, basicamente são cinco os erros que podem minar qualquer relação, independente do tempo que o casal está junto ou do temperamento de cada um. Confira quais são essas situações e veja dicas para se livrar delas.

1 – Infidelidade

Trair ou até mesmo ter um histórico de traições pode afetar seriamente o andamento do seu relacionamento. E a traição, em relacionamentos, não se trata apenas de relações sexuais com outra pessoa, ela está também em relacionamentos via internet, como bate papos quentes com outra pessoa.

Quando a traição é descoberta, ainda é possível que haja perdão, porém é muito difícil – tanto para a mulher quanto para um homem – esquecer o ocorrido. Talvez até instintivamente, durante uma briga, é possível que a história acabe sendo jogada na cara e a poeira levantada novamente. Portanto, se não deseja passar por isso, fuja das tentações.

2 – Abuso e desrespeito

Ninguém gosta de namorar alguém que a abusa no sentido pessoal, afetivo ou até físico, mexendo nas coisas do parceiro ou ainda com agressões físicas. Abuso nunca é bem vindo em relacionamentos e o desrespeito também não.

Sendo assim, evite situações como ficar bisbilhotando no celular do seu companheiro ou ainda ficar gritando com ele durante discussões. É certo que essas atitudes abusivas e desrespeitosas também não são esperadas dele e se ele tomar atitudes assim você deve fazer algo a respeito.

3 – Falta de sinceridade e honestidade

Outro ponto que pode causar a destruição de um relacionamento é a desonestidade e a falta de sinceridade. Ninguém gosta de ser enganado ou de ter um parceiro que mente e omite fatos da companheira e muito menos de alguém que seja desonesto, seja com a parceira ou com outras pessoas.

Por isso, tente sempre ser sincera nos seus relacionamentos e ficar de olho se o seu parceiro der sinais de que não é sincero com você ou, pior ainda, desonesto. A sinceridade pode ser praticada até em situações muito simples, como ao dizer qual foi o preço real que você pagou por determinada compra. Então, evite mentir e omitir e encoraje o seu parceiro a ser assim também.

4 – Falta de apoio mútuo

Um casal que não se dispõe a "estar ali" e se ajudar mutuamente quando necessário, tem grandes chances de falhar em seu relacionamento.

Quando duas pessoas se juntam e sabem que podem contar um com o outro mesmo nas situações mais difíceis, o laço que une as duas se torna ainda mais intenso e resistente.

Considerando isso, tente ser uma companheira presente e apoie seu parceiro quando ele mais precisar. Assim você também o incentiva a ter esse tipo de atitude em relação à você e isso tornará possível criar um relacionamento ainda melhor e mais forte.

5 – Comunicação ruim entre os dois

A falta de comunicação ou falhas na comunicação do casal pode afetar diretamente a saúde e a harmonia do relacionamento. Quando um começa a "achar" que o outro pensa isso ou aquilo e assumir isso como uma verdade, um problema real está instalado na relação.

É importante que os dois invistam na comunicação, tentando sempre dizer o que pensa e o que quer para o outro de forma gentil e educada, sem agressividade ou grosseria. Se um de vocês ou os dois tem problemas em se comunicar e não conseguem resolver isso sozinhos, talvez seja melhor procurar ajuda de um especialista.

Por fim, reflita sobre seu relacionamento e perceba se estes problemas estão presentes. Quanto antes forem identificados, maiores são as chances de resolvê-los e prosseguir neste relacionamento de uma maneira que possibilite a felicidade dos dois e uma convivência agradável. (Fonte: Dicas de Mulher)