quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A Dádiva do Melhor

A Dádiva do Melhor

João 3:16 - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Dentre as verdades que Jesus ensinou a Nicodemus, houve uma que tem sido abundantemente citada pelos cristãos: “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

As verdades reveladas por Jesus sempre são revolucionárias e inesperadas. Na resposta a Nicodemus, Jesus colocou interligadas coisas que nenhum religioso pensaria. Quem jamais imaginaria que o mundo é amado por Deus? Ou que Seu amor é tão intenso que doou o Cristo? Ou que ter fé em tal revelação restaura pessoas decaídas? Ou, até, que a vida eterna seja uma consequência de tudo isso? Só que agora, olhando para mais de vinte séculos, percebemos que a revelação feita por Jesus tem sido confirmado em cada detalhe.

A mensagem cristã continua a mesma. Ela transcende todos os bonitos movimentos humanitários, que têm erradicado pobreza, lutado pela justiça às minorias, ou dado oportunidades aos mais fracos. A mensagem cristã nos manda dar o nosso melhor, à semelhança do amor de Deus, que doa Jesus Cristo. Dar Jesus Cristo ao mundo é levar a sério o tamanho cósmico do amor do Senhor, que revoluciona todos os valores das pessoas. Doar Cristo para alguém é doar-se a si mesmo. É uma fé que mistura cruz e ressurreição. Que não é lógica, mas teológica. Que não é dogma, mas amor. É a dádiva do nosso melhor.