domingo, 4 de março de 2012

"Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!" Salmos 133.1


"Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!" Salmos 133.1

Três grandes animais pastavam juntos por longo tempo.

Um leão planejou armar-lhes uma emboscada na esperança de fazer-lhes sua presa, mas receava atacá-los enquanto se mantinha juntos.

Usando de artimanhas e palavras traiçoeiras, acabou conseguindo separá-los.

A seguir, atacou um por um, conseguindo, assim, um belo banquete.

Onde existe união, existe força.

Por essa razão, os cristãos deveriam permanecer sempre unidos, impedindo que o inimigo de Deus obtenha sucesso em seu ataque, tanto contra eles como contra a igreja de Cristo.

Uma das artimanhas do diabo consiste em semear discórdias e divisões no meio do povo de Deus.

Uma intriga aqui, uma desavença ali, e, pouco a pouco, a comunhão plena que deveria ser constante para uma vida espiritual saudável da igreja se desfaz, enfraquecendo tanto os filhos de Deus como o trabalho de evangelização.

Quando cada cristão se conscientiza da importância de estar unido ao corpo de Cristo, mantendo-o compacto na luta contra os enganos deste mundo, então o inimigo não encontra brecha para penetrar e a possibilidade de arrebatar alguns da presença de Deus é quase nenhuma.

Quando seguimos unidos, uns com os outros, em amor e sinceridade, mantemos, também, comunhão com o Senhor e a certeza de vitória em todos os anseios se torna real e duradoura.

Queremos concretizar os nossos sonhos de conquistas.

Queremos ser abençoados e também uma bênção para todos.

Queremos andar e agir de maneira a glorificar o nome de Jesus.

Isolados e confiando em nossa própria força e capacidade as dificuldades serão grandes, mas de mãos dadas com o nosso Deus e com os nossos irmãos, a tarefa será bem mais fácil.

Faça a sua parte -- mantenha comunhão com todos.

Daniel Alfa