quarta-feira, 4 de abril de 2012

Divulgue urgente!! Silas Malafaia: “procurador federal diz que evangélicos são potenciais assassinos de gays”



Silas Malafaia: “procurador federal diz que evangélicos são potenciais assassinos de gays”

O Pastor Silas Malafaia escreveu em seu perfil no twitter que um procurador do Ministério Público Federal disse que os evangélicos são potenciais assassinos de gays.

O pastor Malafaia prometeu falar sobre isto no seu Programa matinal Vitória Em Cristo, no dia 07 de abril.

Diante das palavras do pastor Malafaia, resta-ns esperar até o próximo sábado (07/abr), já com alguns questionamentos.

Que procurador disse tal aberração ?

O responsável pelas palavras ficará impune diante do ato preconceituoso ?

Isto pode incitar o ódio da sociedade contra os evangélicos ?

Ele vai provar o que disse ?

Podem dizer o que bem entendem ? Tem imunidade para tal ?

Opiniões ‘cristianofóbicas’ respaldam-se na liberdade de expressão ?

Baseado nos fatos que serão narrados pelo pastor, e, em se confirmando a frase: “evangélicos são potenciais assassinos de gays”, caberá a cada evangélico que se sentir ofendido agir com seu direito de cidadão, acionando a Corregedoria Nacional do Ministério Público.

Uma das principais atribuições da Corregedoria é:
“Receber reclamações, representações e notícias sobre a atuação de membros do Ministério Público e de seus serviços auxiliares, determinando o arquivamento sumário das prescritas, das anônimas e daquelas que se revelem manifestamente improcedentes ou despidas de elementos mínimos para sua compreensão, de tudo dando ciência ao Plenário e ao interessado“;

A partir do recebimento das denúncias, a Corregedoria terá que:
“Determinar a autuação e o processamento dos pedidos que atendam aos requisitos de admissibilidade, com a notificação do membro ou servidor do MinistérioPúblico citado para que apresente defesa prévia acompanhada das provas que entender pertinentes;”

Em sua defesa o responsável por declarações discriminatórias deverá portanto apresentar provas cabais.

Fonte: holofote.