sábado, 21 de abril de 2012

Para os doentes, a cura


Para os doentes, a cura

Uma excelente medicina preventiva é seguir o plano de Deus. A Bíblia diz em Êxodo 15:26 “Dizendo: Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, sobre ti não enviarei nenhuma das enfermidades que enviei sobre os egípcios; porque eu sou o Senhor que te sara”.

Se de todo, não tivermos como prevenir, a adoração a Deus livra-nos das doenças. A Bíblia diz em Êxodo 23:25 “Servireis, pois, ao Senhor vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as enfermidades”.

Para os que gostam muito de médicos, Jesus é o Médico dos médicos e tem poder para curar qualquer doença. A Bíblia diz em Mateus 4:23-24 “E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando TODAS as doenças e enfermidades entre o povo. Assim a sua fama correu por toda a Síria; e trouxeram-lhe TODOS os que padeciam, acometidos de várias doenças e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos; e ele os curou”. Por isso, de acordo com Jeremias 17:14, a cura vem do Senhor: “Cura-me, ó Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo; pois tu és o meu louvor”.

Como poderemos ser curados? Devemos seguir o plano de Deus, conforme Tiago 5:14-16 “Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungido-o com óleo em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, PARA SERDES CURADOS. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.”

Quando as doenças desaparecerão? De acordo com Isaías 33:24, somente na Nova Jerusalém, “Vi a Cidade Santa, a nova Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido”, (Apocalipse 21:2). Lá, “E morador nenhum dirá: Enfermo estou; o povo que nela habitar será perdoado da sua iniqüidade”.

Não quero, com as citações acima, dizer que não acredito na medicina, em bons médicos e bons remédios e sim, deixar claro que Deus tem uma resposta e uma solução para tudo, e deixou isso bem claro em Sua Palavra, a Bíblia, nosso Manual do Fabricante.

Eu mesma, muitas vezes, já dependi de bons médicos e bons remédios para ter minha saúde restabelecida, pois desde muito pequena, tenho sofrido de várias doenças graves como tuberculose, queimaduras por todo o corpo, cálculo renal, cálculo na vesícula, câncer de pele e até uma septicemia, infecção generalizada que leva 96% dos pacientes aos quais acomete à morte. Dessa última, dependi verdadeiramente de um milagre do Senhor para voltar da morte e depois, da perícia e dedicação dos médicos e de bons antibióticos para sair do quadro infeccioso, me recuperar da perda de meu rim direito e de várias complicações advindas da grave infecção.

Por isso, louvo a Deus todos os dias pela vida dos médicos e dos cientistas que trabalham incessantemente para desenvolver novas drogas capazes de trazer cura e alívio para os enfermos.

Porém, em nossa matéria de capa dessa edição, venho alertar á população brasileira e, principalmente às mulheres, sobre uma nova droga disponível no mercado, a vacina contra o câncer de colo de útero, que promete resultados maravilhosos, mas, devido à falta de estudos profundos e cuidadosos, tem causado mais danos que benefícios à saúde de algumas pessoas que a experimentaram.

Peço a você, leitor, que leia toda a reportagem, analise, pesquise, procure informações de profissionais do ramo, tire suas próprias conclusões, mas que também dê crédito às testemunhas que, após tomarem a vacina, sofreram efeitos colaterais muito graves e algumas, infelizmente, não resistiram aos sintomas e morreram.

Como dizia minha avó: “prudência e canja de galinha não fazem mal a ninguém”.

Extraido http://www.revistacrista.com.br/News?ID=36