segunda-feira, 30 de abril de 2012

Sergio Lopes - Paz




Alguém disse que a paz está longe demais
Anda pelas montanhas, no campo ou nas ilhas
Onde não há folhinha, prá marcar os dias
E o tempo parece ter estacionado num tempo tão puro
é provável que lá realmente haja paz
Mas é a paz do silêncio, da brisa e da calma...
Mas eu falo da paz que refresca a alma
E que mesmo lá dentro da selva de pedra me traz tanta calma!

Essa paz eu encontro
Se fecho os meus olhos e oro assim.
E Jesus vem chegando
E eu vou mergulhando numa paz sem fim