terça-feira, 19 de junho de 2012

A DIFERENÇA ENTRE O PROFETA SAMUEL E A MAIORIA DOS TELEVANGELISTAS

TELEVANGELISTAS

Vender bênçãos na TV, choros para convencer ignorantes a pagar programas, usar pseudo-milagres como forma de atrair clientes para igrejas, pregações eloquentes com a finalidade de arrecadar fundos para aquisição de jatinhos, fazendas, mordomias apostólicas modernas - estou "cheio" dessa sujeira.
E para piorar, os ditos representantes de Deus brigam entre si disputando por horários na TV, quando podiam se unir para pregar juntos. Chegam até oferecer mais dinheiro para tirar seu irmão em GIZUIS do ar.
Líderes que têm fama de não pagar os aluguéis de seus templos, carregando nas costas processos por abuso e exploração da fé, desrespeito às leis dos países em que vivem ou visitam para pregar. Jesus nunca os conheceu. - Mateus 7:21-23.

Em contrapartida, temos um sacerdote no Antigo Testamento, época que se falava muito em prosperidade, bênçãos. Este foi Samuel. No final de seu ministério, este faz perguntas a todo o Israel:

"Eu vos tenho liderado desde minha mocidade até o dia de hoje. Eu estou aqui! Testemunhai contra mim diante do SENHOR e do seu ungido. De quem tomei um boi? Ou de quem tomei um jumento? Ou a quem defraudei? Ou a quem tenho oprimido? Ou da mão de quem tenho recebido suborno para encobrir os meus olhos com ele? Se fiz uma dessas coisas, eu vos restituirei." - 1 Samuel 12:3.
O caráter íntegro de Samuel para com o SENHOR se contrastava com os reis daquele idos, não muito diferentes dos de hoje. Quando Israel abandonou a teocracia para o reinado humano, sendo Saul seu primeiro rei, Samuel advertiu o povo sobre como são os reis da terra: Tomaria filhos e filhas para de Israel para beneficiar-se de seus trabalhos, tomaria o melhor das terras deles, os melhores jovens, levaria o dízimo das sementes e do rebanho. Samuel termina a descrição dos reis humanos, como tentativa de impedir que Israel escolhesse um rei: "Então clamareis naquele dia por causa do vosso rei". - 1 Samuel 8:18.

O mesmo observamos nas igrejas cristãs: Verdadeiros profetas de Deus, com caráter de Cristo, em meio aos que tomam de seus asseclas DIM DIM! De fato pagam seus programas televangelistas, mas lucram horrores com isso, pois o poder e o dinheiro corrompem.
Em vez desses impostores lavarem suas túnicas e as embranquecerem no sangue de Jesus Cristo (Apocalipse 7:14), lavaram o dinheiro do povo e os embranqueceram com o sangue do Cordeiro, ou seja, o programa deles faz lavagem de dinheiro, pois roubam, defraudam e se justificam: "É para o Reino Mundial e Universal de Deus para que você tenha vitória em Cristo." Resultado? Dinheiro à jato, bençãos à cavalo.

Sejamos sábios em distinguir falsos profetas de verdadeiros servos de Deus. Saiamos de suas igrejas. Troquemos de canal de TV e de Rádio quando suas vozes nos incomodarem. Não compremos mais seus livros caros.
Oremos pelas vítimas dessa corja de sem-vergonhas que escravizam o povo com suas presas psicológicas do tipo "sou ungido do Senhor". São ungidos pela podridão da avareza, com o óleo da poluição de suas mentes gananciosas.

E você, que está fraco na fé, fortaleça-se com esses alertas. Existem muitos pastores como Samuel. A maioria é séria! A Bíblia predisse tudo isso. A Igreja de Cristo já venceu, com Jesus. Mas até que o joio não seja arrancado, o trigo sofrerá. Persevere! Em breve essa corja, a menos que se convertam, estará implorando por gotinhas de água para refrescarem sua língua ateológica. -

Fonte: Igeja ao Gosto do Freguês