segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Evangelizando com copos de água

 
Jovens da igreja Metodista de Santo André vão às ruas evangelizar entregando copos com água aos motoristas
A Mocidade da Igreja Metodista em Santo André realizou um evangelismo diferente. Ao invés de entregarem apenas um panfleto evangelístico nos semáforos próximos da igreja, cerca de quarenta jovens e juvenis distribuíram um copo com água aos motoristas.
A ideia surgiu no final do ano passado. Em uma aula da Escola Dominical, a líder da mocidade Fabiana Ferreira lançou o desafio aos jovens e juvenis de transcenderem as quatro paredes da igreja e irem a campo. “A sociedade mudou e hoje as pessoas não querem mais pegar panfletos evangelísticos. Como era um dia de calor, pensei: poderíamos entregá-los com um copo de água, assim associaríamos a Cristo com a água da Vida. Deu certo”, conta.
Os jovens e juvenis de Santo André foram as ruas e começaram a distribuir os panfletos e copos com água. Todos estavam munidos de camisetas vermelhas com o logo representando a mocidade e o nome da igreja, além de uma faixa citando o versículo do evangelho de João que diz Aquele que beber desta água voltará a ter sede, mas aquele que beber da água que Cristo lhe der, nunca mais terá sede. “Algumas pessoas ficaram surpresas por ser de graça”, explica Fabiana. Uma senhora que foi abordada entregou uma oferta para que os evangelizadores comprassem mais águas para falar da palavra de Deus.
A estudante Natália Silva, de dezoito anos, frequenta a Igreja Metodista de Santo André desde que nasceu. Ela conta como foi participar deste projeto. “As pessoas que estavam evangelizando estavam sorrindo e com um ‘bom dia’ abordavam os motoristas. A reação foi um pouco diferente, porque ninguém esperava um copo de água. Elas ficaram surpresas. A aceitação foi bem maior do que numa evangelização normal, só com folhetos”.
Os líderes da mocidade garantem que a escolha da data do evento não tinha relação com o Dia Mundial da Água, ocorrido no dia 22 de março. “Escolhemos esta data por ser após o acampamento de carnaval em que abordamos o tema Sejamos um para que mundo creia e por acreditarmos que talvez tivéssemos mais pessoas nas ruas”.
O importante é que deu certo. A motivação dos jovens e juvenis e a reação das pessoas que foram abordadas mostra que o povo de Deus deve buscar formas criativas para pregar o evangelho. Natália não vê a hora de participar de outro evento como este. “Como o resultado foi muito melhor do que o esperado, pretendemos fazer outro projeto desses o quanto antes”, disse.
Fonte: Metodista / Via CPAS News