terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Confira o Ranking dos 50 países onde o cristianismo é mais perseguido


Há anos, a Portas Abertas encontrou uma maneira prática e eficaz de distinguir situações e delinear prioridades para ações e projetos: a Classificação de Países por Perseguição; um levantamento fundamental para determinar onde a necessidade de cristãos é mais urgente.

Como funciona?

O ranking dos 50 países considera os graus de perseguição (concentrada, moderada, severa, extrema e ilimitada) e divide o contexto da perseguição em diferentes áreas: vida privada, familiar, em comunidade, nacional e com a igreja. Além de casos de violência física e outras informações que contribuem para classificar os países e determinar onde é mais difícil ser cristão.

Por meio de um questionário elaborado pelo departamento de pesquisa da Portas Abertas Internacional, todas essas respostas são coletadas em campo e processadas por níveis, gerando a lista que você poderá conferir na página dedicada a esse tema e que, claro, não poderia deixar de ser nomeada: Classificação de Países por Perseguição (WWL).

Mudanças no Ranking

Esse ano surgiram importantes mudanças nas dez primeiras posições, com novos países que passam a integrar o quadro dos 50 mais intolerantes à fé cristã. Ao comparar a classificação de 2013 com a de 2012, atente-se aos seguintes destaques:

 
  • Países novos entraram na lista: Mali (7ª), Tanzânia (25ª), Quênia (40ª), Uganda(47ª) e o Níger (50ª).
  • Como já citado, o Mali, na África, que não apareceu em classificações anteriores, já chega ocupando a 7ª colocação. Isso se deu porque, após um golpe militar de Estado em março de 2012, o país vive hoje um momento de tensões e mudanças políticas, o que reflete diretamente na perseguição à Igreja. O norte foi dominado por milícias islâmicas e, portanto, todas as igrejas dessa região foram destruídas e milhares de cristãos tiveram que fugir para o sul ou para países vizinhos.
  • Há onze anos consecutivos, a Coreia do Norte figura em primeiro lugar noranking.
  • O Iraque está agora no TOP 5 da lista. Pulou da 9ª para a 4ª posição no quadro geral. Desde 2003, quando a invasão liderada pelos EUA derrubou o regime de Saddam Hussein, os cristãos tem sido alvo constante de grupos radicais islâmicos que atuam no país.
  • A Síria subiu 25 posições, a Etiópia 23 e a Líbia 9, o que significa que a perseguição nesses países se intensificou.
  • A Nigéria se manteve no 13º lugar, mas a perseguição que antes era considerada somente no norte do país, agora se expandiu para todo o território.
  • A China desceu do 21º lugar para o 37º e o Egito do 15º para o 25º. Entenda, porém, que essas alterações nas posições não significam, necessariamente, uma melhora na perseguição religiosa na China e no Egito, especificamente. O que acontece é que, devido à mudança na forma de classificação dos países, em alguns lugares a perseguição religiosa é maior do que nessas nações, o que fez com que muitos países descessem no ranking sem que a hostilidade aos cristãos tenha diminuído de fato.
Confira a lista completa:


Via: Portas Abertas, G. Prime Via:

Leia Mais em: http://www.gospelatualidades.com/2013/01/ranking-50-paises-cristianismo-perseguido.html#ixzz2HbYeIDuf