terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Tema: o encontro inevitável

 
FAZENDO DA INTERNET UM MEIO DE ABENÇOAR VIDAS

  Tema: o encontro inevitável

Texto: João 5: 24-29; Amós 4: 12 Pb.

INTRODUÇÃO:

Em nossa existência, deparamos com vários tipos de encontros; porem apenas um torna-se inevitável. Podemos evitar o encontro com: amigos, parentes, pretendentes a se relacionar conosco e etc.
Mas existe um encontro que torna se inevitável, à morte!
Para este tipo de encontro faz se necessário estarmos preparados para esta realidade; por isso é que diz a Bíblia em Amós 4: 12 Pb “Prepara-te ó Israel para te encontrar com o teu Deus”!
Três perguntas precisam ser respondidas, por parte de quem esta preparada pra este encontro “Inevitável”, a saber:

1º DE ONDE EU VIM?

Todos têm uma origem, é bom lembrarmos que o homem não é produto da evolução ou proveniente do macaco, como falsamente nos tenta induzir a ciência.

A. Nossa origem está em Deus!

E disse o Senhor Deus: façamos o homem conforme a nossa imagem e semelhança (Gn 2: 7; 1: 26-28).

B. A nossa sobrevivência também está Nele (Deus).

(Salmos 145: 15-16 Os olhos de todos esperam em ti, e tu lhes dás o seu mantimento a seu tempo (Abre a tua mão, e satisfaça os desejos de todo ser vivente).

C. Esta pergunta requer uma atitude de obediência e submissão

O criador tem atitude absoluta sobre o objeto de sua criação; é o que nos ensina o apostolo Paulo: “Dir-me-ás então: Por que se queixa ele ainda”? Porquanto, quem tem resistido à sua vontade?
Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?
Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? Romanos 9: 19-21”.

2º ONDE ESTOU?

A. Esta pergunta Deus fez a Adão quando inutilmente tentou evitar o encontro com Ele (Gn 3: 9 “E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?”).

B. A esta resposta, precisamos fazer um analise de como estamos: procedendo, agindo e se estamos de conformidade com a vontade de Deus.

C. Ela da à certeza da recompensa (2Tim 4: 8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda).

3) PARA ONDE EU VOU?

Não é necessário dizer que para darmos esta resposta, precisamos estar convictos de: Onde viemos?, a onde estamos?, E para onde vamos?
Muitas pessoas pensam que quando morrerem está tudo acabado; isto é um grande engano! Pois a Bíblia é clara em dizer sobre o Juízo final e consequentemente a nossa prestação de contas com Deus. Como veremos a seguir:

A. Deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do Homem (João 5: 27).

B. Todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. Não vos maravilheis disto, porque vêm à hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz (João 5: 28).

C. Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação (João 5: 29).

CONCLUSÃO:

Ao concluir, quero fazer uso da parábola de “Lazaro e o rico”(Lucas 16: 22-31), pois a mesma contem assuntos referentes ao passado (donde vim) ao presente (onde estou) e ao futuro (para onde vou).
No passado, este rico não preocupou em saber a sua origem (donde veio) por isso não preocupou em saber (onde poderia esta) muito menos saber o seu destino final (para onde vou).
Ao contrario do rico, “Lazaro” teve preocupação em saber (donde veio) (onde estava) e (para onde ia).

Quanto a você! Estás preparado? Lembre-se: o encontro é inevitável; Se tens duvidas quanto às respostas, prepara-te para este encontro, o Encontro com o Senhor teu Deus!.