quarta-feira, 6 de março de 2013

Padre expulsa menina de 11 anos da igreja depois de uma discussão


Padre expulsa menina de 11 anos da igreja depois de uma discussãoPadre expulsa menina de 11 anos da igreja depois de uma discussão
O padre da única igreja católica da cidade de São José das Palmeiras expulsou uma menina de 11 anos da igreja depois de uma discussão. A garota participava do grupo de coroinhas e questionava as novas regras para quem faz catequese quando passou a discutir com o pároco que nervoso, expulsou-a não só do grupo de coroinhas como da própria igreja.
A coordenadora dos coroinhas, Sandra Menon, conversou com a reportagem da RPC TV, afiliada da Globo na região, e explicou que os dois alteraram as vozes nesse questionamento sobre a participação constante das crianças e adolescentes nas missas.
“Ela questionou o padre. Por que tanto ir na igreja. Por que tem que ir tanto na igreja? (…)E ela ainda dialogou: Padre, mas assim a gente não vai sair da igreja. Daí começou. Ela começou a alterar a voz, o padre começou a alterar a voz com ela. E nesse altera voz, ele [padre] falou que não aceitaria ela mais como coroinha na igreja. [O padre falou] Você não precisa vim mais nem na catequese nem participar de movimento nenhum e nem na igreja porque nem Deus te quer assim. Pode ir para uma igreja evangélica.”
A mãe da adolescente, Rosane Bruno, acredita que o padre exagerou ao expulsar a menina e entrará com uma ação contra o padre. Eu quero justiça para ela, porque, agora, ela está impedida de ir na igreja, coisa que ela gosta, ela está impedida de frequentar a catequese e o que vai ser dela. E se ele fizer isso com outras crianças”, questionou a mãe para a reportagem.
O padre foi procurado para comentar o caso, mas não compareceu para dar entrevista. A equipe da RPC chegou a falar com o bispo de Foz do Iguaçu, Dom Dirceu Vegine, responsável pela igreja da cidade de São José das Palmeiras, e este informou que vai tratar primeiramente com a família da criança para depois se pronunciar sobre o caso.