domingo, 30 de junho de 2013

Igrejas e Cristãos sofrem violência na Nigéria mesmo com represália do governo a grupo radicais

O governo nigeriano decidiu conter os ataques de grupos radicais contra a população e principalmente aos cristãos no país, mas a iniciativa aparentemente não impedem as investidas violentas principalmente do grupo radical Islâmico Boko Haram as Igrejas e os cristãos, conforme relata a CAN-Associação Cristã da Nigéria.-Confira, ORE e comente…
A Associação Cristã da Nigéria relata que o grupo pró Islã Boko Haram continua a agir com extrema violência contra as igrejas cristãs e evangélicas, as pessoas, suas casas e empresas na região Norte.
Três estados do norte da Nigéria estão em um “estado de emergência” declarada pelo presidente Goodluck Jonathan, na tentativa de combater as ações violentas de grupos armados ligados ao Boko Haram.
Mesmo com a presença do Exército não intimidou o grupo terrorista radical islâmico Boko Haram, que continua com os ataques a cristãos e continua a produzir terror a população e principalmente aos cristãos. Associação Cristã da Nigéria (CAN) relatou vários ataques, incluindo alguns assassinatos.
Enquanto isso, a Igreja Evangélica da Nigéria, também expressou “profunda preocupação” sobre o assassinato de cristãos através deataques sistemáticos realizados pelo Boko Haram. Uma declaração, assinada pelo pastor Jeremy Kalu, expressou seu apoio à decisão tomada pelo presidente nigeriano Goodluck Jonathan anunciou estado de emergência nos estados do norte do Borno, Yobi e Adamawa.
-Relatos na declaração dos atos do grupo radical islâmico com pedido de oração e parceria do governo nigeriano para combater o extremismo:
“Na sexta-feira 24 de maio um membro executivo Gwoza (CAN-Associação Cristã da Nigéria), Pastor Luka Bazigila, e um membro da Igreja de Cristo na Nigéria (COCIN), Yohanna, foram mortos a tiros por homens armados em uma moto” disse o presidente da CAN, Pastor Ayo Oritsejafor, através de um comunicado.
Além disso, “os membros da seita radical islâmica mataram a mãe do Médico diretor do hospital do Estado de Borno, pelo motivo do grupo precisavam do médico e eles não conseguiram encontrar o médico em casa. Um guardamuçulmano, empregado por um arquiteto cristão em Abuja, foi confundido com um cristão e foi assassinado.  Também um membro da Igreja de Cristo na Nigéria, na região de Mandara, foi queimado por membros da Boko Haram na manhã de domingo “, acrescentou o comunicado.
O pastor pede “oração” para a paz e a unidade no país, para produzir o fim de tanta violência. Ele também pediu ao governo para revelar quem são os patrocinadores do Boko Haram, à luz de uma recente declaração de  militares que afirmaram ter recuperado um documento com os nomes daqueles que financiam a organização.
A CAN-Associação Cristã da Nigéria termina a declaração dizendo que a exposição a estes dados irão ajudar na luta contra a Boko Haram. “Temos um longo caminho a percorrer ainda, mas serviria como um elemento dissuasor para os outros que querem seguir a mesma linha.”
NOTAA situação dos nossos irmãos em Cristo na Nigéria necessita é muito da intervenção do nosso Deus, pai do nosso Senhor eSalvador Jesus. Portanto OREMOS, como pede o pastor Ayo Oritsejafor, para que o Senhor em Nome de Jesus traga paz para este país e  que estes que compõem estes grupos radicais sejam convertidos e veja o mau que estão fazendo. Amém…
http://blogs.odiario.compost inforgospel.com.br – com informação Protestante Digital – 05/06/13