quarta-feira, 30 de abril de 2014

Sacerdote gay desafia Igreja Anglicana e se casa com parceiro

Sacerdote gay desafia Igreja Anglicana e se casa com parceiroSacerdote gay desafia Igreja Anglicana e se casa com parceiro
Na Inglaterra um sacerdote causou constrangimento a Igreja Anglicana ao anunciar seu casamento com um homem que, segundo ele, tem mantido relações por um longo período. A decisão do religioso é considerada como o início de uma “crise” na igreja por grupos conservadores que defendem medidas disciplinares.
“Não há dúvida de que há uma pressão em algumas partes da igreja para mudar as suas normas sobre a homossexualidade”, disse o reverendo Rod Thomas Preb, presidente do Reform Evangelical Group (Grupo Reforma Evangélica, em tradução livre), de acordo com o The Telegraph.
Para Rod Thomas a igreja precisa disciplinar o sacerdote, pois caso não haja uma retaliação o caso irá iniciar uma crise sem precedentes para os cristãos. “Se não houver disciplina, então, será o equivalente a dizer: ‘nós realmente não queríamos dizer o que dissemos’. Ele [o padre] irá precipitar uma crise”, disse.
O capelão do hospital Canon Jeremy Pemberton, 58 anos, se casou com Laurence Cunnington, de 51 anos, no último sábado, indo contra a proibição da Igreja Anglicana em clérigos homossexuais contraírem o matrimônio.
No início deste ano, a Câmara dos Bispos da Igreja da Inglaterra reafirmou o casamento como uma união vitalícia entre um homem e uma mulher, e disse que não abençoará a união entre pessoas do mesmo sexo.
“A introdução do casamento do mesmo sexo em nosso país é uma nova realidade e tem consequências para a vida e a disciplina da Igreja da Inglaterra. Procuramos modelar um testemunho distintivo e generoso para com Jesus Cristo em nossa orientação pastoral da Igreja neste tempo que é definido no anexo a esta carta”, escreveram os bispos, em uma carta, em fevereiro.
Para o Arcebispo de Canterbury, Justin Welby, a igreja da Inglaterra aceitou a nova realidade da lei do casamento homossexual da Grã-Bretanha e que foram alertados sobre as consequências da decisão de mudança nos dogmas da igreja.
Além disso, o Arcebispo alertou que se a Igreja da Inglaterra decidir abraçar o casamento gay “o impacto do que os cristãos longe daqui, no Sudão do Sul, Paquistão, Nigéria e outros lugares seria absolutamente catastrófico. Tudo o que dizemos aqui gira em torno do mundo”.
O reverendo Colin Coward, amigo pessoal do capelão que decidiu se casar com outro homem e diretor de um grupo pró-LGBT, disse que outros padres gays seguirão o exemplo de Permberton e que a igreja não pode tentar interferir na decisão da comunidade gay. Com informações Christian Post

Extraido: http://noticias.gospelprime.com.br/sacerdote-igreja-anglicana-casamento-gay/