quarta-feira, 20 de maio de 2015

Provérbios 6.12-197 coisas que Deus detesta


 Os homens maus e sem valor vivem dizendo mentiras. Piscam e fazem gestos para enganar os outros. As suas mentes perversas estão sempre planejando o mal, e eles espalham confusão por toda parte. Por isso a desgraça cairá de repente sobre eles, e não poderão escapar.
Existem sete coisas que o SENHOR Deus detesta e que não pode tolerar:
o olhar orgulhoso,
a língua mentirosa,
mãos que matam gente inocente,
a mente que faz planos perversos,
pés que se apressam para fazer o mal,
a testemunha falsa que diz mentiras
e a pessoa que provoca brigas entre amigos.
Filho, faça o que o seu pai diz e nunca esqueça o que a sua mãe ensinou. Guarde sempre as suas palavras bem-gravadas no coração. Os seus ensinamentos o guiarão quando você viajar, protegerão você de noite e aconselharão de dia. As suas instruções são uma luz brilhante, e a sua correção ensina a viver. Elas livrarão você da mulher imoral e das suas palavras sedutoras. Não seja tentado pela sua beleza, nem caia na armadilha dos seus olhos tentadores. Qualquer homem pode ter uma prostituta por pouco dinheiro, mas o adultério custará a ele a sua própria vida.
Será que você pode carregar fogo no colo sem queimar a roupa? Será que você pode andar em cima de brasas sem queimar os pés? O homem que dorme com a mulher de outro corre esse mesmo perigo. Quem fizer isso terá de sofrer muito. Quem rouba comida para matar a fome não é desprezado. Porém, se é apanhado, tem de pagar sete vezes mais: ele precisa entregar tudo o que tem. No entanto o homem que comete adultério não tem juízo; ele está se destruindo a si mesmo. Passará vergonha, levará uma surra e ficará desmoralizado para sempre. Porque o ciúme faz o marido ficar furioso, e a sua vingança não tem limites. Ele não aceitará nenhum pagamento; e mesmo uma porção de presentes não acabará com a sua raiva.

Fonte SBB