sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Casamentos arruinados

 
Casamentos arruinados
Infelizmente, muitas pessoas que vivem casamentos arruinados baseiam sua vida em mitos. Nesta reflexão, quero compartilhar com você alguns desses mitos e desafiar você a tomar uma atitude construtiva em seu casamento. 

Mito 1
O primeiro mito é de que meu estado de espírito e a qualidade do meu casamento são determinados pelo meu ambiente. "Eu cresci em uma família desestruturada, por isso sou destinado a falhar em meus relacionamentos". Esse tipo de abordagem causa desamparo. 

Nosso ambiente certamente nos afeta, mas não nos controla. Você pode ter uma atitude positiva mesmo com um casamento ruim. É essa atitude que afetará suas emoções e ações. Deus pode dar paz de espírito mesmo nas piores situações. 

Mito 2
Provavelmente você já deve ter ouvido: "pessoas não podem mudar". Esse mito não considera a liberdade humana e o poder de Deus. A História está repleta de relatos de pessoas que mudaram radicalmente seu comportamento. De Santo Agostinho, que vivia pelo prazer e pensava que seus desejos eram inevitáveis, a Charles Colson, o criminoso de Watergate que se arrependeu e começou uma agência internacional para oferecer ajuda espiritual a prisioneiros, o registro é claro: as pessoas podem e devem mudar, e, muitas vezes, as mudanças são drásticas! 

Não desista de si mesmo e de seu cônjuge. O negócio de Deus é transformar vidas. Comece com oração e acredite que Deus pode e vai mudar você e seu cônjuge. 

Mito 3
"Quando você está em um casamento ruim, só tem duas opções: ter uma vida infeliz ou pular fora". Esse mito impõe limites para duas alternativas devastadoras. 

Mas, na verdade, você sempre pode fazer alguma coisa para melhorar seu casamento. Você pode ser um agente de transformação em seu casamento. Ser infeliz ou decidir sair do casamento não são as únicas opções e há soluções amorosas para um casamento em ruínas. 

Mito 4
"Algumas situações não têm solução". Você já disse essas palavras? Você acredita nelas? A pessoa que acredita nesse mito geralmente conclui: "Minha situação não tem solução. Talvez haja saída para outras pessoas, mas o meu casamento não tem mais jeito. Já se passou muito tempo, a dor é muito profunda". Esse tipo de pensamento leva as pessoas à depressão e, às vezes, ao suicídio. 

Deus é o Deus da esperança. Quando você coloca sua mão sobre a mão dele, ele leva você através do vale do desespero até a planície da esperança. Com Deus, ninguém e nenhuma situação são incorrigíveis. Tenha seu foco em Deus, em vez de focar as situações. 


Excertos extraídos do livro Castelo de cartas. Para saber mais sobre Gary Chapman e seus livros, acesse o site www.garychapman.com.br.